Harry e Meghan Markle já têm data para deixar a família real oficialmente

A rainha Elizabeth II exigiu que o casal pare de usar a palavra "real" em sua marca e contas nas redes sociais

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 19 fev 2020, 19h19 - Publicado em 19 fev 2020, 17h26

A novela Megxit está chegando ao fim! Nesta quarta-feira (19), o Palácio de Buckingham anunciou que o príncipe Harry e Meghan Markle deixarão seus cargos de membros seniores da família real britânica no dia 1º de abril de 2020.

Príncipe Harry e Meghan na Canada House, em Londres Chris Jackson/Getty Images

“Como não há precedentes para esse novo modelo de trabalho e eventual independência financeira, a Família Real e os Sussexes concordaram em uma revisão inicial de 12 meses para garantir que o acordo funcione para todas as partes”, afirmou um porta-voz da realeza à revista People.

E tem mais! De acordo com o Daily Mail, a rainha Elizabeth II exigiu que o casal retire a palavra “royal”, real em português, de tudo o que se refere a eles profissionalmente.

Em dezembro do ano passado, antes mesmo de anunciar o afastamento da realeza, o casal registrou em nome de sua fundação, a Sussex Royal, centenas de produtos, que vão de lápis a peças de roupas e campanhas educacionais. Agora, os dois terão que alterar o nome de sua marca registrada, bem como o de seu perfil no Instagram.

Apesar do prejuízo (estima-se que o casal tenha gastado milhares de libras com o registro de direitos e a criação da marca Sussex Royal), Meghan e Harry teriam aceitado a decisão da rainha sem questionar. Eles estariam planejando uma reformulação da marca.

Continua após a publicidade
Publicidade