Gaten Matarazzo conta como é ter displasia cleidocraniana

O ator explica as dificuldades de ter esta doença rara genética. A condição afeta o desenvolvimento dos ossos do crânio e também da região dos ombros.

Por Amábile Reis Atualizado em 19 jan 2021, 15h30 - Publicado em 12 set 2016, 19h48
Gaten Matarazzo em Stranger Things
Ai, fofo <3

Gente: quem aqui aguenta a fofura de Gaten Matarazzo, o Dustin de Stranger Things? Tanto na série, quanto na vida real, o boy tem displasia cleidocraniana. Esta doença genética causa um atraso no desenvolvimento dos ossos do crânio e afeta a região dos ombros.

Em entrevista para a People, o ator comentou sobre a condição. “Há uma chance em um milhão de uma pessoa ter isso. A maioria das pessoas pega de seus pais, mas no meu caso, simplesmente aconteceu. Meu caso não é grave, então não me afeta tanto, mas é uma doença difícil, para mim e para muita gente”, diz. Ele relata que até passou por cirurgias para corrigir problemas causados pela displasia.

Gaten continua: “É ótimo que todo mundo esteja falando disso agora. Muita gente me mandou mensagem dizendo que agora se sente melhor porque vê alguém com essa condição em uma série de sucesso. Eu me sinto bem com isso, com certeza”.

Melhor pessoa!
Melhor pessoa!

Dá uma olhadinha em um vídeo que explica a doença:

Continua após a publicidade

Publicidade