Famosos participam da March For Our Lives nos EUA

Veja fotos da marcha que arrastou uma multidão e reuniu famosos como Miley Cyrus, Demi Lovato e Ariana Grande.

Por Da Redação Atualizado em 24 mar 2018, 21h09 - Publicado em 24 mar 2018, 18h01

Na tarde deste sábado, 24, aconteceu a March For Our Lives em Washing D.C. e em outros locais dos Estados Unidos, como em Nova York. Milhares de pessoas saíram às ruas para protestar contra a violência no país. Só neste começo de ano, mais de 15 tiroteios em escolas americanas já foram contabilizados. Estudantes, professores, pais, cantores, atores, ativistas, famosos e anônimos marcharam por um futuro menos violento e por um legislação armamentista mais rigorosa. Até o momento, Donald Trump não se posicionou sobre a manifestação em seu país.

“Hoje eu marchei com um monte de guerreiros”, escreveu Demi Lovato no Instagram.

https://www.instagram.com/p/Bgt8l0SFYOW/?taken-by=ddlovato

“Muito obrigada por lutarem pela mudança!”, agradeceu Ariana Grande, que também esteve presente.

https://www.instagram.com/p/Bgt1b5Sjaiy/?tagged=marchforourlives

Misha Collins, o Castiel de Supernatural, também participou da marcha e fez várias postagens no Instagram empoderando o evento e dizendo o quanto ele é importante para os EUA.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

These young people are the face of America's future! #MarchForOurLives

A post shared by Misha Collins (@misha) on

O cantor Charlie Puth prestou apoio aos estudantes do colégio de Parkland, na Flórida, que sofreu recentemente um ataque armado. “Hoje, conheci alguns sobreviventes”, escreveu no Instagram.

https://www.instagram.com/p/Bgt9t8WnLhF/?taken-by=charlieputh

Paul McCartney perdeu um de seus melhores amigos para a violência armada. No dia 8 de dezembro de 1980, John Lennon foi baleado em frente ao edifício em que morava em NY. Paul e sua esposa também marcharam em prol de uma maior fiscalização da indústria armamentista.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Happy to be marching against gun violence. #marchforourlives #wecanendgunviolence #neveragain #everytown

A post shared by Paul McCartney (@paulmccartney) on

Lady Gaga marchou ao lado de jovens e celebrou a mudança junto com eles. Muito maravilhosa!

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

DISARM HATE #marchforourlives Live from downtown LA @chnlkindness

A post shared by Lady Gaga (@ladygaga) on

Miley Cyrus e sua família também comparecerem em peso para protestar. Ela e Noah vestiam blusões da Pakland High School, da Flórida.

https://www.instagram.com/p/BgtYzYjBZ7l/?taken-by=mileycyrus

Bella Thorne foi curta, grossa e incrível no Instagram: “vamos começar uma revolução!”. 

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Let’s start a revolution #marchforourlives

A post shared by BELLA (@bellathorne) on

“Eu não quero fazer isso apenas para postar algo no Instagram depois(…) Eu vou fazer minha parte para ser a mudança no futuro!”, escreveu Selena Gomez, que aproveitou para criticar os”ativistas de redes sociais”.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

I don't want this to just be an Instagram post anymore. PLEASE. ENOUGH. These people, families and CHILDREN have suffered enough. Today we march for our lives. I'm going to continue to trust god with the future and also play my part in bringing change. #marchforourlives #notjustahashtag

A post shared by Selena Gomez (@selenagomez) on

 

Confira mais imagens da marcha:

“Você pode colocar um silenciador na arma, mas não na voz do povo”, dizia esse cartaz. Joe Raedle/Getty Images
Adoramos o detalhe da palavra “paz” escrita em strass na lateral do rosto da Miley! Chip Somodevilla/Getty Images
Emma González, sobrevivente da Marjory Stoneman Douglas High School, discursando durante a marcha. Chip Somodevilla/Getty Images
Ariana Grande cantou a música Be Alright e encorajou os jovens a lutarem por um mundo melhor. Chip Somodevilla/Getty Images
Demi Lovato cantou e encantou a multidão. Mark Wilson/Getty Images
Demi cumprimentando alguns sobreviventes da Marjory Stoneman Douglas High School, colégio situado em Parkland, na Flórida. Chip Somodevilla/Getty Images

A polícia americana ainda não liberou um dado exato da contagem de manifestantes, mas estima-se que esse tenha sido um dos maiores atos contra contra a violência armada nos EUA.

Seguimos juntos nessa luta que é mundial! 

Continua após a publicidade
Publicidade