“Estou furiosa”, diz Chloë Moretz sobre cartaz de novo filme

Animação em que a atriz dubla a personagem principal recebeu várias críticas de bodyshamming

Por Chames Oliveira - Atualizado em 31 Maio 2017, 18h46 - Publicado em 31 Maio 2017, 18h45

Os últimos dias foram um pouquinho tensos para Chloë Moretz. É que a atriz recebeu algumas críticas em relação à animação Red Shoes and The 7 Dwarfs, na qual ela dublará a personagem principal. O filme é uma adaptação do clássico conto de fada A Branca de Neve, que dessa vez será representada como uma princesa baixinha e gordinha, mas que utiliza um certo sapatinho mágico que a faz ficar alta e magra. Errrrr…

+ Filme estrelado por Chloë Moretz está recebendo várias críticas

Para divulgar a animação, o estúdio investiu em cartaz bastante problemático. Nele, há ilustrações da Branca de Neve nos dois tipos de corpos em que aparecerá no filme como também uma frase que diz: “E se a Branca de Neve não fosse mais bonita e os anões não fossem mais baixinhos?”. Close muito errado!

Sendo assim, Tess Holiday, modelo e ativista plus size, resolveu comentar sobre a pôster: “Como que isso passou por um time inteiro de marketing? Como que é ok falar para crianças que feio = gorda?”, taggeando Chloë no comentário. Nesta quarta-feira (31/06), a atriz falou sobre o assunto.

“Agora eu já revisei completamente o marketing de Red Shoes e estou tão irritada e furiosa assim como todos estão. Isso não foi aprovado por mim nem por meu time. Por favor, saibam que fiz com que os produtores soubessem disso. Eu emprestei minha voz para um lindo script, o qual espero que você o vejam por completo. A história é muito poderosa às jovens mulheres e que ressoa comigo. Desculpem-me pela ofensa que estava além do meu controle criativo”, disse no Twitter.

A parte em que diz que a história é poderosa pode está relacionada com uma reviravolta que acontece ao longo do filme. No site do estúdio de animação responsável pelo filme, o Locus, fala-se que o filme é sobre “uma princesa que não se encaixa no mundo de celebridade das princesas – ou no tamanho das roupas delas” e que “em busca para encontrar o seu pai, ela aprende não apenas a aceitar ela mesma, mas a celebrar quem é, por dentro e por fora”. Ou seja, tudo indica que o filme realmente terá uma vibe positiva.

Que situação! 🙁 

Publicidade