Ed Westwick é alvo de terceira acusação de assédio sexual

A assistente administrativa Rachel Eck revelou que também foi abusada pelo ator

Por Da Redação - 15 nov 2017, 13h30
Virgin TV BAFTA Television Awards - Winner's Room
Ed Westwick é acusado de estupro Jeff Spicer/Getty Images

A lista de acusações de assédio sexual contra Ed Westwick, o eterno Chuck Bass de Gossip Girl, só aumenta. Segundo o BuzzFeed News, a assistente administrativa Rachel Eck revelou que também foi abusada pelo ator.

Segundo o depoimento publicado pelo site, Rachel Eck sofreu o abuso uma noite antes do Oscar 2014, quando recebeu uma mensagem de seu então ex-namorado Kaine Harling, um produtor de filmes australiano, convidando-a para ir a um hotel de Hollywood.

Na esperança de voltar com o ex, Eck foi até o local. “No caminho, ele me disse que estava com o amigo dele, Ed Westwick”, afirmou a vítima, que na época não sabia quem era Ed. No Hotel Sunset Marquis, por volta das 2h30 da manhã, ela encontrou Harling e Westick em uma quarto com várias camas. “Westwick me pediu para convidar uma amiga para sair com nós três. Quando eu não consegui trazer nenhuma garota, ele virou para mim.”

Rachel Eck conta que foi abusada por Ed Westwick naquela noite, mesmo ano em que as atrizes Kristina Cohen e Aurélie Wynn contaram terem sido vítimas do ator. “Ele tentou me beijar e me empurrou para a parede. Ele foi ficando cada vez pior e me tocando mais”, revelou. “Ed então me jogou na cama e agressivamente subiu em cima de mim e pegou nos meus peitos. Eu lutei contra ele e saí o mais rápido que podia.”

Continua após a publicidade
Jason Merritt/Getty Images

Na ocasião, o ex-namorado dela chegou a dizer que o ator não estava fazendo aquelas coisas “por maldade”: “Eu nunca me senti tão desconfortável com uma situação em toda a minha vida”.

Após as denúncias, a BBC anunciou que a série White Gold, que tem Ed Westwick como protagonista, “não vai mais ao ar até que essas questões estejam resolvidas”. O ator negou todas as acusações e chegou a dizer que não conhece Kristina Cohen, responsável pela primeira denúncia. Depois do relato de Aurélie Wynn, o Departamento de Polícia de Los Angeles abriu uma investigação contra o ex-astro de Gossip Girl.

Publicidade