Dhonata Augusto, o Leandro de Malhação, fala sobre o machismo na dança

Nesta semana, a novela está contando a história de um jovem que sofre preconceito do próprio pai porque gosta de dançar

Por Márcio Gomes Atualizado em 18 jun 2018, 12h13 - Publicado em 23 abr 2018, 20h09

Com o novo formato de que, a cada semana, uma história ganha destaque especial na trama, o tema que agita Malhação: Vidas Brasileiras agora é o preconceito com o estudante Leandro por causa de sua escolha pela dança como profissão.

dhonata-augusto-leandro-malhacao
Dhonata Augusto é o dançarino Leandro, de Malhação – Vidas Brasileiras Marília Cabral/Globo

O ator Dhonata Augusto sabe que, em pleno 2018, o tema ainda é polêmico e presente no dia a dia. “É ótimo poder falar sobre isso porque esse tipo de bullying com o homem que escolhe a dança como profissão é algo que acontece até hoje. Tenho um amigo que foi colocado para fora de casa porque os pais não aceitaram a escolha dele. Isso é triste, mas é real”, disse em entrevista à CAPRICHO.

dhonata-leandro-malhacao
Leandro (Dhonata Augusto) e o pai Tom (Daniel Ribeiro) em Malhação – Vidas Brasileiras João Miguel Júnior/Globo

Na novela, Leandro enfrenta o preconceito do pai machista, Tom (Daniel Ribeiro), que não aceita sua paixão pela dança. Certo de que dá voz a várias pessoas que sofrem o mesmo problema, Dhonata se diz feliz com a oportunidade de falar sobre o assunto. “As pessoas que passam por isso se identificam quando estão assistindo o personagem na novela e isso é muito bom”, destaca.

leandro-gabriela-malhacao
A professora Gabriela (Camila Morgado) e o dançarino Leandro (Dhonata Augusto) Sergio Zalis/Globo

O ator afirma que o retorno do público tem sido positivo. “As pessoas comentam, discutem sobre o tema. Isso é ótimo. Elas apoiam o personagem. Além disso, acho que ninguém deve ficar apontando o dedo para o outro. Cada um tem o direito de escolher o que deseja fazer na vida. E não cabe a nós ficarmos julgando”, diz.

  • Toda essa movimentação com Leandro acontece esta semana em Malhação: Vidas Brasileiras. Além de enfrentar o preconceito do pai, o personagem vai dar um jeito de ajudar em casa, já que a madrasta (Marisa Kika Kalache) precisa realizar exames de rotina, mas as condições financeiras da família não permitem. As escolhas do jovem geram consequências na vida diária da família. Misterioso com as atividades noturnas, Leandro começa a se prejudicar na escola, chegando a dormir nas aulas. A professora Gabriela (Camila Morgado) perceberá que ele está passando por problemas e não medirá esforços para ajudá-lo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade