Dez coisas sobre Divergente e Jogos Vorazes: as sagas que dominaram o cinema em 2015

Shailene Woodley e Josh Hutcherson faturaram os prêmios de melhor atriz e melhor ator internacional no CH Awards

Por Mariana Toledo Atualizado em 17 ago 2016, 18h12 - Publicado em 28 dez 2015, 11h50

Este ano, duas sagas arrasaram as bilheterias do cinema: a continuação da série Divergente, Insurgente , e a triste despedida de Jogos Vorazes, com a estreia de A Esperança – O Final . No Capricho Awards, as duas sagas provaram que deram certo não só porque saíram de livros incríveis, mas também porque contaram com um elenco de peso. É de Shailene Woodley, pelo papel de Tris, o prêmio de melhor atriz internacional . E é de Josh Hutcherson, por conta do Peeta, a categoria de melhor ator internacional .

Enquanto você fica na ansiedade pela continuação de Divergente e revê Jogos Vorazes até conseguir dar o adeus definitivo, separamos cinco curiosidades de cada uma das sagas!

1. Embora muitos acreditassem que Edgar (Jonny Weston) seria mais um interesse amoroso para Tris, isso não vai rolar. A autora dos livros, Veronica Roth, esclareceu que não haverá um triângulo amoroso. Vale lembrar: Edgar não existe nos livros!

2. A Série Divergente é uma das franquias jovem-adulto mais bem sucedidas. Divergente arrecadou mais de 288 mihões de doláres (!) em todo o mundo – o que deu forças para a produção de Insurgente .

3. Depois de cortar o cabelo por causa da Hazel em A Culpa é das Estrelas (2014), Shailene Woodley decidiu que não queria usar peruca em Insurgente (2015). No livro, Tris não corta o cabelo tão curto quanto visto no filme!

4. Na tentativa de evitar spoilers e manter sigilo, o título do projeto, durante as filmagens, foi mudado para Mineral . Tipo um código secreto!

Continua após a publicidade

5. Ao contrário do primeiro filme, Insurgente foi filmado em Atlanta, ao invés de Chicago.

1. A Esperança – O Final é considerado pelo diretor do longa, Francis Lawrence, o filme mais violento de todos da franquia.

2. Francis Lawrence também declarou que, devido a algumas sequências de efeitos visuais neste filme serem desafiadoras, ele e os editores começaram a trabalhar nelas antes de A Esperança – Parte 1 ser lançado nos cinemas.

3. O novo logotipo de A Esperança – O Final pode ser encontrado no final de A Esperança – Parte 1 logo depois dos créditos finais.

4. Diversas cenas situadas na Capital foram filmadas na Europa, em lugares como Paris e Berlin.

5. O CEO da Lionsgate, Jon Feltheimer, já entregou que vai rolar mais um filme da franquia. Pode comemorar!

Qual é sua saga favorita?

Continua após a publicidade
Publicidade