Como assim a Emilly não foi eliminada? | Capricho

Como assim a Emilly não foi eliminada?

Manoel levou 57% dos votos contra 36% da gêmea má, que agora está em processo de evolução

Por Danih Atualizado em 22 fev 2017, 10h39 - Publicado em 22 fev 2017, 07h46

Que a Emilly é uma das pessoas mais odiadas das redes sociais a gente já sabe. Todas as torcidas (inclusive a do Marcos), disseram que a queriam fora da casa. A novidade é que nesse  paredão isso não fez qualquer diferença. Te digo isso por um motivo simples: as enquetes não erraram!

Nas edições passadas, quando as redes sociais amavam muito um participante, as enquetes feitas nos sites de notícia não davam certo. Quem vota em enquete é a galera que dá um votinho só, tá passando e clica ali na carinha do participante, sem compromisso. Torcida organizada mesmo foca no site oficial. Um bom exemplo disso é Clanessa, lembra? Em 2014, a Clara e a Vanessa não eram muito queridas no sofá (que é como a gente chama o pessoal que não assiste 24h, só olha aquele pedacinho editado e a conversa com o Bial – que agora é Tiago) e mesmo assim ganharam os prêmios. Elas estavam para sair com uma diferença grande nas pesquisas e, quando chegava a hora, o resultado era outro.

c5pbomdw8aaju86

Esse ano, mesmo odiando com todas as forças, o pessoal não foi lá no site votar e bater de frente com quem quer ver a história acontecer. É, amiguinho, existe uma torcida fora da sua bolha! Descobrimos que quem tem interesse em continuar algo se esforça mais do que quem só está cansado da cara do participante.

Mas por que eu tô falando disso mesmo? Ah… A Emilly. Bom, o que a Emilly apresenta pro programa desse ano? Basicamente o casal. “Ai, mas ela é mau caráter, olho junto…” Miga, o pessoal que vê esse negócio cortado pra caber em 20 minutos quer saber se a menina do interior, acostumada com balada e bons drinks, vai se regenerar e conquistar o médico rico para viver uma linda história de amor… Tá, forcei um pouco. Só dar uns pegas no médico rico tá de bom tamanho! O negócio de aprender com os erros ela vai aprender, sei lá, daqui uns 10 anos e quem sabe a gente veja num site de fofoca qualquer.

C5PYiNTXAAAmSC_.jpg

Continua após a publicidade

O comentário na rua é esse, a história do programa gira em torno disso e vão sim fazer de tudo pra ela não sair tão cedo. Não estou dizendo que vão pegar os votos de um coleguinha e botar pro outro, viu? Isso não acontece, de verdade. A manipulação é feita nas pequenas coisas. Da musiquinha tensa ou fofa no fundo daquela conversa que parecia não ser nada até uma imunidade caindo do céu antes de um paredão que todo mundo já imaginava onde ia dar. Os paredões triplos também ajudam a manter um participante importante pra história na casa. Seria muito fácil montar um Emilly x Marcos, por exemplo, e acabar com a brincadeira.

Quem saiu prejudicado nisso tudo foi o Manoel, que não conseguiu se mostrar muito além de azarado. A história dele com a Vivian não vingou pro público aqui fora por ser muito do nada (lá na época do primeiro beijo eu falei disso). Diferente do Marcos e da Emilly, que ficaram naquele vai-não-vai, a Vivian e o Manoel se beijaram no primeiro dia e não fizeram muita coisa depois disso. A Vivian parecia não estar muito interessada e o Manoel apegado demais, feliz por ter encontrado sua prometida.

C5O3_HEWQAAKH-g.jpg

Enquanto isso, o outro casal teve o beijo roubado (que eu vou falar de novo: O ERRO roubar beijo. Não façam isso), o drama da saída da gêmea boa, as crises de ciúme dos amigos Luiz Felipe e Roberta – que eram muito mal vistos pelo sofá, inclusive – e o resgate desse ninho de cobras, que levou ao primeiro beijo com base em muita DR e, agora, a evolução da menina má pra uma pessoa mais dentro dos padrões aceitáveis (ficar boa, como eu disse lá em cima, vai levar uns anos).

Os próximos passos dessa história, se tudo der certo, incluem: Elis, nossa participante incendiária, contra o casal (o que pode ser bem prejudicial pra Elis no jogo, mas o que seria do vermelho se todos gostassem do azul?) e a Confination, bandinha esquecida em churrasco que o Marcos já fez parte, e conta com a ilustre presença de seus melhores amigos (até quando? Não sei) Romulo e Ilmar. Correndo por fora, a viúva Vivian, que deve se juntar com a Roberta e pode crescer no jogo. Ou mergulhar no fundo do poço, dependendo da dose de veneno.

c5o6wjswcac0lxe

Continua após a publicidade
Publicidade