Com Selena Gomez no palco, The Weeknd abusa do batidão no LollaBR

Estreia do cantor canadense no Brasil não poderia ter sido melhor

Por Bruno Dias - 27 mar 2017, 02h05
Camila Cara/MRossi/Divulgação

Quem esteve no Lollapalooza Brasil neste domingo (26/3) pode se sentir privilegiado, pois viu de perto um dos maiores artistas pop da atualidade em seu auge criativo. Isso mesmo, não é exagero algum dizer que tivemos sorte de receber The Weeknd pela primeira vez e nesta fase, acumulando hit atrás de hit.

Acompanhado por guitarra, bateria e programações eletrônicas, The Weeknd seguiu os ensinamentos de Rincon Sapiência (“Batidinha não, jão, solta logo o batidão”) e tocou alto, sem economizar no batidão. O show teve peso roqueiro, dubstep, r&b, soul, com Abel Makkonen Tesfaye segurando tudo sozinho, com um palco gigante a disposição dele, praticamente brincando com sua versatilidade vocal, rimando e entregando aquilo que tem de melhor: uma voz afinada, limpa.

Camila Cara/MRossi/Divulgação

Como tem feito ao longo da turnê, The Weeknd não tem medo de gastar o repertório, Starboy já abre o set e vem seguida pelas batidas pesadas de False Alarm. O jogo de luzes do palco ajudou a deixar tudo ainda mais hipnótico e contagiante. Nenhum artista conseguiu colocar tanta gente pra pular no Palco Onix nesta edição do LollaBR igual ao canadense: “Sabem que é minha primeira vez no Brasil? Vocês demonstram tanto amor. Obrigado”.

Outra expectativa que foi criada para a apresentação também não demorou para se confirmar. Selena Gomez estava ali no cantinho do palco, prestigiando o namorado e não passou despercebida. Quando apareceu no telão recebeu palmas e gritos. E, logo na sequência, um grupo até tentou puxar o coro de “Selena, Selena, Selena”, mas The Weeknd fez que não era com ele e seguiu o jogo.

Camila Cara/ MRossi/Divulgação

Canções do álbum Beauty Behind the Madness foram intercaladas entre as mais novas, de Starboy, rendendo bons momentos no show, como foram os casos de In the Night, Can’t Feel My Face (que veio colada com Secrets), Acquainted e Often.

A dobradinha I Feel It Coming, que traz os “robozinhos apaixonados” do Daft Punk, e The Hills, ainda mais pesada ao vivo, encerraram a primeira passagem de The Weeknd pelo Brasil. Certamente ele vai embora impressionado com o carinho do público brasileiro, que dificilmente conseguirá superar essa primeira visita do canadense.

Camila Cara/ MRossi/Divulgação

Setlist

Starboy
False Alarm
Glass Table Girls
Party Monster
Reminder
Often
Acquainted
Rockin’
In the Night
Earned It
Wicked Games
Ordinary Life / Stargirl Interlude
Six Feet Under
Low Life / Might Not
The Morning
Sidewalks
Secrets / Can’t Feel My Face
I Feel It Coming
The Hills

Continua após a publicidade
Publicidade