Calum Hood entrega detalhes sobre o 4º álbum do 5 Seconds of Summer

O baixista da banda conversou com a CAPRICHO sobre o novo projeto deles

Por Gabriela Zocchi Atualizado em 20 set 2019, 19h52 - Publicado em 20 set 2019, 17h24

O 5 Seconds of Summer está se preparando para uma nova era! No mês passado, os australianos lançaram a faixa Teeth, que faz parte da trilha sonora da 3ª temporada de 13 Reasons Why e que estará no quarto álbum de estúdio da banda, junto com Easier, liberada alguns meses antes. O álbum, por sinal, está a todo vapor! Os meninos estavam trabalhando nele no momento em que a CAPRICHO conversava por telefone com Calum Hood, o baixista, sobre o que podemos esperar desse novo projeto, a turnê inusitada com o The Chainsmokers, que vai rodar a América do Norte a partir da semana que vem, e seu novo cabelo azul. Olha só!

5-seconds-of-summer
5 Seconds of Summer Reprodução/Instagram

CH: Há algumas semanas vocês lançaram a música Teeth, que faz parte da trilha sonora da 3ª temporada de 13 Reasons Why. Como foi que essa faixa surgiu?

CALUM: Teeth foi escrita por Ashton [Irwin], Luke [Hemmings] e [o produtor e vocalista do OneRepublic] Ryan Tedder. Ficamos muito felizes com ela, porque tem um som diferente do que costumamos fazer, ainda que eu sinta como se ela fosse meio que uma continuação do que fizemos no nosso álbum anterior, Youngblood. É uma faixa mais madura e surgiu bem rápido. Foi uma ideia que veio na nossa cabeça e em seguida a gente já estava tocando.

CH: Já que você mencionou Youngblood, o 5 Seconds of Summer vem explorando um lado mais sombrio desde o último disco, tanto nas músicas quando nos clipes. O que os fez querer ir para esse ~lado da força~?

CALUM: Acho que a gente naturalmente gravitou para esse caminho que alguns chamam de mais obscuro por causa do que estávamos vivenciando ou sentindo no momento. Para ser sincero, foi uma progressão natural em termos de música. Não foi algo muito pensado, do tipo: “Precisamos ir pra esse lado”. Só aconteceu. Mas não será tudo assim. O quarto álbum está mais diverso. As duas primeiras músicas dele com certeza trouxeram algo mais dark, mas temos coisas diferentes vindo aí.

CH: E o que mais pode contar sobre o esse novo álbum então? 

CALUM: Nosso quarto álbum provavelmente vai sair no começo do ano que vem. Neste exato momento, enquanto conversamos, estamos trabalhando nele. Estamos pensando no conceito visual e criativo dele bem agora. Já temos cerca de 12 músicas selecionadas, não sei se mais algumas virão, mas acho que mostraremos um novo lado nosso com ele.

CH: Muitos críticos de música têm se referido ao novo som do 5 Seconds of Summer como ~pop industrial~. Você concorda com essa afirmação? 

CALUM: Hmm, eu tento não colocar rótulos no nosso som, mas acho legal que as pessoas tentem entender o que fazemos. Acho que essa descrição faz sentido, porque nós realmente começamos a usar sons mais industriais na última turnê, mas não acho que seja algo tão definitivo assim. O que fazemos é simplesmente pop rock.

  • CH: Vocês estão prestes a sair em turnê com o The Chainsmokers. Estão animados?

    CALUM: Muito! Primeiro porque os meninos do The Chainsmokers têm uma ambição gigante quando estão no palco. Eles são sempre muito animados e conseguem agitar a galera. Acho que somos meio parecidos com eles nesse sentido, porque quando tocamos ao vivo queremos elevar a experiência da música para a plateia. Não é apenas um som tocando, sabe? É toda uma experiência. E é bem legal poder fazer essa parceria com eles, porque não vemos muitos artistas de pop rock e EDM se juntando.

    CH: Vocês são amigos?

    Continua após a publicidade

    CALUM: Sim. Alex e Andrew são alguns dos caras mais legais que já conheci na indústria musical. Eu estou muito empolgado por passar três meses da minha vida com eles. (risos)

    CH: E, já que estamos falando de shows, têm planos de voltar ao Brasil?

    CALUM: Sim! Nós amamos tocar no Brasil. Sempre tentamos passar por vários lugares nas nossas turnês, e o Brasil com certeza está no topo da lista. Por enquanto não temos nada planejado, mas assim que acontecer, estaremos aí!

    CH: Você tingiu o cabelo de azul. Por que decidiu fazer essa mudança agora? 

    CALUM: Sei lá, acho que ela representa quem eu sou como pessoa nesse momento. Acho que o azul representa a tranquilidade, e essa é uma das minhas características. E porque achei legal também.

    View this post on Instagram

    In light of recent events [listening to too much radiohead]

    A post shared by Calum Hood (@calumhood) on

    CH: Estava vendo a entrevista que vocês fizeram no programa Good Mythical Morning, na qual foram desafiados a comer cobras e insetos. Tenho que dizer que você foi azarado! Qual era o gosto daquela barata?

    CALUM: Ah, você não vai querer saber! (risos) Não foi nada legal. Mas foi uma das entrevistas mais engraçadas de gravar. Tem algum programa parecido no Brasil?

    CH: Não que eu saiba, mas posso providenciar uma versão brasileira da brincadeira quando vocês vierem da próxima vez! (risos)

    CALUM: É… Tá bom. [diz hesitante]

    Continua após a publicidade
    Publicidade