Big Bang Theory: elenco reduz salário para colegas ganharem mais

As interpretes de Amy e Bernadette estão lutando por salários iguais aos dos outros atores

Por Gabriela Zocchi Atualizado em 2 mar 2017, 19h21 - Publicado em 2 mar 2017, 16h10

Um exemplo de amizade e companheirismo aconteceu entre o elenco de The Big Bang Theory esta semana. É que Kaley Cuoco, Jim Parsons, Johnny Galecki, Simon Helberg e Kunal Nayyar toparam diminuir seus salários para que suas colegas Mayim Bialik e Melissa Rauch pudessem receber um aumento.

De acordo com a revista Variety, os atores que dão vida a Penny, Sheldon, Leonard, Howard e Raj ganhavam 1 milhão de dólares por episódio, enquanto as interpretes de Amy e Bernadette, que entraram na série na terceira temporada, recebiam apenas 200 mil dólares. Para que Mayim e Melissa pudessem ganhar mais, os cinco atores principais decidiram abrir mão de 100 mil dólares de seus salários. Agora, as duas atrizes devem passar a receber cerca de US$ 450 mil.

amy-bernadette-big-bang-theory
CBS/Divulgação

A atitude do elenco surgiu depois que Mayim e Melissa começaram a pedir à Warner Bros salários iguais aos de seus colegas. Apesar da atitude dos cinco atores principais, as duas seguem lutando por um aumento ainda maior de seus salários. Acontece que suas personagens, que começaram como secundárias, hoje são tão importantes na série quanto os outros cinco e, por isso, salários iguais seria o mais justo, né?

Muito legal a atitude da galera de The Big Bang Theory!

Continua após a publicidade
Publicidade