BBB21: Karol Conká é acusada de xenofobia por criticar Juliette

A cantora criticou o jeito da colega, comentando que, por ser de Curitiba, era mais "reservada", mas que "lá na terra" da advogada "é normal falar assim"

Por Amábile Reis 29 jan 2021, 18h07

É, gente. Em menos de uma semana de Big Brother Brasil, já houve bastante confusões entre os participantes, que o tribunal na Internet não conseguiu perdoar. A última da vez foi Karol Conká, que, ao fazer um comentário sobre Juliette, foi acusada de ser preconceituosa e xenofóbica pelos internautas.

A rapper estava comentando sobre o jeito de falar e a postura de Juliette na ~nave louca~. E soltou diversas pérolas. A jogadora disse que, como foi criada em Curitiba, tinha muita educação para falar com os outros. Entretanto, comentou que já tinha escutado que o jeito de conversar da advogada era normal do Nordeste, a região dela.

“Me disseram que lá na terra dessa pessoa é normal falar assim”, contou. Karol continua o discurso falando que ela é educada. Dando a entender, nas entrelinhas, que a paraibana, não é igual.

“Eu tenho muita educação. Eu tenho meu jeito brincalhão, mas reparem que eu não invado, eu não desrespeito, não falo nem pegando nas pessoas”, enfatizou. Veja trechos da conversa:

Whindersson Nunes, que é piauiense, comentou a fala da rapper. “Pois eu sou do Piauí e muito bem educado”, escreveu.

O comediante não foi o único a se manifestar. Separamos algumas reações dos internautas, confira:

Continua após a publicidade

No Instagram, os administradores da página de Karol Conká comentaram o episódio infeliz. “Foi equivocado e mostra que é necessária a reflexão sobre falas aparentemente despretensiosas, que podem carregar, de maneira aparentemente inocente, xenofobia e outros tipos de discriminação“, diz o comunicado.

View this post on Instagram

A post shared by Karol Conká 👽 (@karolconka)

E aí, o que você achou?

 

Continua após a publicidade

Publicidade