BBB19: vencedora Paula é intimada a depor sobre intolerância religiosa

A mineira, que levou R$ 1,5 milhão para casa, deve depor no início desta semana

Por Da Redação 14 abr 2019, 13h27

Paula von Sperling ganhou o Big Brother Brasil 19, está comemorando… mas também vai precisar lidar com as consequências das polêmicas em que se envolveu durante o programa. A mineira foi intimada para depor na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) em um processo por injúria e preconceito, baseado em intolerância religiosa.

paula-vencedora-bbb19
Paula, vencedora do BBB19 Globo/Reprodução
  • De acordo com informações do UOL, a assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro explicou que quarta-feira (17/4) é a data marcada para o comparecimento de Paula. Porém, há uma possibilidade de o delegado Gilbert Stivanello adiantar o depoimento para terça. A decisão deve ser tomada amanhã.

    Durante o confinamento, a participante chegou a dizer que tinha medo de mandar Rodrigo para o paredão, pois o brother poderia “fazer algo contra ela”, numa referência às religiões de matrizes africanas.

    O delegado responsável pelo caso já afirmou que, se Paula for considerada culpada, pode pegar até três anos de pena. Tempos atrás, a irmã da mineira (que também é sua advogada) disse que estava se preparando para um possível processo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade