BAFTA: Kate Middleton não usa preto e evita quebra de protocolo

Para apoiar o movimento Time's Up, atrizes usaram preto em premiação britânica

Por Da Redação - Atualizado em 18 fev 2018, 19h36 - Publicado em 18 fev 2018, 19h34
Kate Middleton não usou preto no tapete vermelho do BAFTA 2018 Chris Jackson - WPA Pool/Chris Jackson/Getty Images

Assim como aconteceu no Globo de Ouro 2018, o tapete vermelho do BAFTA 2018, que aconteceu neste domingo (18/2), no Royal Albert Hall, em Londres, foi marcado por atrizes com looks pretos para dar visibilidade ao movimento Time’ Up. Menos Kate Middleton. A duquesa de Cambridge não quis quebrar o protocolo real e optou por um vestido verde escuro.

Caso usasse preto, como fizeram Jennifer Lawrence, Lupita Nyong’o, Angelina Jolie e Greta Grewig, Kate Middleton estaria se posicionando politicamente, algo que infringe as regras da família real britânica. Apesar de usar verde, peça da estilista Jenny Peckham, a duquesa de Cambridge inseriu uma faixa da cor preta acima da barriga, além de ter ido com uma bolsa da cor.

Kate Middleton e o príncipe William prestigiaram o BAFTA 2018 Chris Jackson - WPA Pool/Chris Jackson/Getty Images

Na manhã deste domingo, as atrizes publicaram uma carta aberta no jornal The Observer para exigir o fim do desequilíbrio salarial e dos abusos sexuais na indústria, criando o Justice and Equality Fund (Fundo para Justiça e Igualdade). O documento foi assinado por 190 artistas britânicas, entre elas nomes como Emma Watson, Kate Winslet, Kristin Scott Thomas, Emma Thompson e Naomie Harris.

O fundo recebeu doações de algumas estrelas britânicas, como Emma Watson (um milhão de libras), Keira Knightley (10 mil libras) e o Tom Hiddleston (10 mil libras). O Justice and Equality Fund apoia o movimento americano Time’s Up.

Continua após a publicidade
Publicidade