Autor da saga Maze Runner é acusado de assédio

Acusações contra James Dashner foram feitas em um fórum de discussões sobre literatura adolescente

Por Da Redação 16 fev 2018, 16h26
Fred Hayes/Getty Images

James Dashner, autor da série de livros Maze Runner, foi acusado de assediar jovens autoras. As acusações contra ele vieram à tona em um fórum de discussões sobre literatura adolescente, em que usuárias afirmaram que Dashner se aproximava delas, prometia ajudá-las a publicarem seus livros, e sumia quando elas negavam encontro com ele.

  • “Uma das histórias contadas no tópico me lembrou a minha. Meu assediador foi James Dashner, ele fica em cima de escritoras novatas. Cuidado”, escreveu uma das mulheres que acusaram o autor.

    Após as acusações surgirem, o empresário de James Dashner, Michael W. Bourret, pediu demissão. “Eu não poderia continuar trabalhando com James nessas circunstâncias, então pedi demissão”, falou Bourret para a agência Associated Press.

    Pelo Twitter, James Dashner comentou o assunto e disse que está refletindo sobre suas atitudes: “Não honrei ou entendi limites ou a dinâmica do poder. Eu posso dizer sinceramente que nunca machuquei intencionalmente outra pessoa. Mas àquelas que se sentiram afetadas, eu peço desculpas. Estou encarando todas as críticas e acusações de maneira séria, e vou procurar aconselhamento e orientação para tratar desse assunto”.

    Continua após a publicidade
    Publicidade