Assistente que encontrou Demi após overdose achou que ela estava morta

A cantora foi salva por seu segurança, que aplicou nela os primeiros socorros antes dos paramédicos chegarem

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 3 ago 2018, 17h04 - Publicado em 3 ago 2018, 17h02

Aos poucos, outros detalhes sobre a overdose que Demi Lovato sofreu na semana passada vão sendo revelados. De acordo com o TMZ, que foi quem primeiro noticiou o caso, a cantora foi encontrada desacordada em seu quarto por uma de suas assistentes, que achou que ela estava morta.

Reprodução/Instagram

“Ela morreu, ela morreu”, gritava a mulher, segundo uma fontes do site americano. Então um dos seguranças teria entrado no quarto e aplicado primeiros socorros em Demi. No momento, ela parecia não estar respirando. Na cama teriam sido encontrados vestígios de vômito e sangue (comum em casos de overdose, que podem gerar hemorragias). Essas coisas estariam bloqueando as vias respiratórias da cantora, que foram abertas com a ajuda das técnicas usadas pelo segurança.

Pouco depois os paramédicos chegaram e, ao perceber que se tratava de uma overdose, aplicaram nela um medicamento chamado Narcan, usado para reverter os efeitos do uso excessivo de opioides.

Segundo o site, Demi já está melhor e concordou em ir direto para a rehab assim que receber alta do hospital.

Publicidade