Ariana Grande é acusada de plágio por 7 Rings e comenta polêmica

Os artistas Soulja Boy e Princess Nokia alegaram que a cantora copiou suas músicas

Por Da Redação - 21 jan 2019, 12h30

Quando Ariana Grande lançou 7 Rings na última sexta-feira (18), ela quebrou recordes! É que a faixa se tornou a música de uma artista feminina mais tocada no Spotify no dia da estreia, com 8,55 milhões de streams em 24 horas, passando até mesmo Look What You Made Me Do, da Taylor Swift.

Mas nem tudo é um mar de rosas, não é mesmo? É que Ari foi acusada de plágio por duas pessoas diferentes por causa de seu novo single. Primeiro, a cantora Princess Nokia afirmou que 7 Rings era muito parecida com Mine, que pertence à sua mixtape 1992, lançada no ano passado.

Enquanto Ari canta: “Você gosta do meu cabelo? Obrigada, acabei de comprar/ Eu vejo, eu gosto, eu quero, eu tenho”, em Mine Princess Nokia diz: “Balanço o cabelo, eu sou linda/ É meu, eu comprei/ É meu, eu comprei”.

“Isso te parece familiar? Porque parece bem familiar para mim. Esta não é a música que eu fiz sobre mulheres negras e seus cabelos? Hmmm… parece coisa de branca”, disse Nokia em seus Stories. Mais tarde o vídeo foi deletado, após acusações de que a própria teria plagiado outra cantora, Kali Uchis.

Só que não parou por aí! Em seguida, muitos fãs concluíram que 7 Rings tinha a mesma vibe de Pretty Boy Swag, do Soulja Boy. Tanto é que ele mesmo mandou um tuíte pra Ariana: “você é uma ladra”. Eita!

Olha só a música dele:

Continua após a publicidade

Treta, né? E tem gente achando que Ariana deu um jeito de responder às críticas. Em seus Stories, ela repostou o comentário de uma fã que dizia: “‘Você gosta do meu cabelo? Obrigada, acabei de comprar’… Mulheres brancas falando sobre seus cabelos é como nós vamos resolver o racismo”.

View this post on Instagram

This #PostAndDelete by #ArianaGrande has fans upset because they feel she’s missing the point of the backlash. Meanwhile, #ScooterBraun says #7Rings has hit a record on #Spotify (See previous posts)

A post shared by The Shade Room (@theshaderoom) on

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Em seguida, o Story foi apagado e Ari logo explicou ao perfil The Shade Room que ela achava que o post falava sobre uma pessoa branca desassociando estereótipos relacionados à cultura negra. Ela se desculpou ao ver que a mensagem foi interpretada de outra forma e disse que nunca quis ofender ninguém.

View this post on Instagram

#ArianaGrande stepped into #TheShadeRoom to apologize if her response came across the wrong way and thanks everyone for opening the conversation

A post shared by The Shade Room (@theshaderoom) on

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O que você achou? Foi plágio ou não?

Publicidade