Ana Maria questiona Rodolffo sobre a fala racista e acesso a informações

No café da manhã com a apresentadora, o cantor reconheceu o erro ao falar do cabelo do João no BBB21

Por Da Redação Atualizado em 7 abr 2021, 13h46 - Publicado em 7 abr 2021, 13h12

Em mais um paredão acirrado do BBB21, Rodolffo foi eliminado com 50,48% dos votos nesta terça-feira (6/4). Como de costume, o brother foi tomar café com a Ana Maria Braga, no programa Mais Você, e refletiu sobre sua passagem no reality, principalmente os últimos acontecimentos envolvendo comentários racistas sobre o cabelo de João Luiz. 

O caso aconteceu quando o cantor comparou o cabelo do professor de Geografia, um “black power”, à peruca do monstro, de homens da caverna. “Nós tá com o cabelo igual ao do João”, disse Rodolffo. Na hora, João rebateu: “Não tá, não”.

A situação tomou uma repercussão maior depois do Jogo da Discórdia desta segunda-feira (5), quando João expôs o incômodo e a discriminação na fala do goiano, que só tentava se justificar. Nas redes sociais o assunto ferveu e até o apresentador Thiago Leifert fez um discurso didático antes da eliminação, tentando explicar a problemática da fala de Rodolffo. 

  • Ana Maria também questionou o sertanejo sobre a volta de dois paredões. “Os outros dois paredões que eu voltei, me deu um pouco mais de confiança, porque eu fiquei pra a Carla e Sarah também. E eu falei: ‘Cara, eu acho que tô no certo’”, afirmou. 

    De volta ao assunto do comentário de cunho racista, a apresentadora rebateu a justificativa de Rodolffo sobre ser de origem interiorana e não ter tido acesso a certas informações e à internet. “Você já falou várias vezes que é chucro. Eu tenho muitos amigos em Goiânia, sou do interior e sei como as pessoas são simples. Mas hoje a gente tem uma coisa que nos permite passear pelo mundo. Não entendo ainda você me dizer que é chucro, porque não é todo mundo em Goiás assim, mesmo nascendo na fazenda. Eu queria entender como você foi blindado dessas informações ao longo da sua vida”.

    Rodolffo reconheceu que a responsabilidade de se informar é dele e que, após rever as cenas com João e Camilla, deveria ter se restringido a pedir desculpas ao professor. “É uma falha minha não pesquisar. Eu pretendo aprofundar para adquirir mais conhecimento de forma rápida. Eu acredito que o Brasil precisa aprofundar… Eu fui ensinado lá dentro do programa, por exemplo, que não é opção sexual, mas sim, a pessoa já nasce com isso. O programa me ensinou muito”, comentou.

    A apresentadora também mostrou o VT em que Rodolffo tem uma fala preconceituosa sobre o vestido de Fiuk. “Nunca tinha visto isso na rua. Foi uma novidade para mim”, afirmou o cantor, envergonhado ao rever o vídeo. “Foi um comentário desnecessário que eu fiz”, disse.

    No final do programa, o sertanejo se desculpou. “Quero pedir desculpa a toda família de João, Gil e Fiuk, além de todo mundo que possa ter ficado chateado com algum comentário idiota. Não vou fazer mais”, completou. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade