Alicia Keys encanta o Rock in Rio com show engajado e muitos hits

Cantora se apresentou no Palco Mundo neste domingo (17/9) e levou funk, #girlpower e discurso político ao festival

Por Bruno Dias Atualizado em 19 set 2017, 11h10 - Publicado em 18 set 2017, 11h51

Ninguém conseguiu levar tanta representatividade e engajamento ao Rock in Rio 2017 quanto Alicia Keys, atração do Palco Mundo na noite deste domingo (17/8).

Só o fato de se apresentar com a pele natural, reforçando seu discurso #nomakeup, e usar tranças coloridas já seriam suficiente para diferenciar Alicia de outras cantoras pop que passaram pelo festival. Mas ela foi além!

alicia-keys-rock-in-rio-2017
Wilmore Oliveira/ I Hate Flash/Divulgação

Enalteceu as mulheres antes de Superwoman, sem antes deixar claro que não é fácil ser uma mulher no mundo em que vivemos. Levou o funk para o espaço mais nobre do Rock in Rio, ao convidar o Dream Team do Passinho para dançar no final de In Common, mesmo com o idealizador do festival, Roberto Medina, insistindo em ignorar o ritmo nascido nas comunidades cariocas.

Mas principalmente em Kill Your Mama, momento mais importante da noite, quando chamou ao palco e passou o microfone para Sonia Guajajara, representante da comunidade indígena, que defendeu a demarcação de terras na Amazônia:

Eduardo Hollanda/ Estacio/Divulgação

“Existe uma guerra contra a Amazônia. Os povos indígenas e o meio ambiente estão sendo brutalmente atacados. O governo quer colocar à venda uma gigantesca área de reserva mineral. No próximo dia 20, haverá uma votação no Senado de um decreto legislativo que pode barrar todo esse absurdo. Senadores, vocês têm a chance de evitar isso. E nós estaremos de olho. Estaremos de olho porque não existe plano B. É a mãe de todas as lutas, a luta pela mãe terra. O mundo inteiro precisa vir para a linha de frente. Vamos pressionar. Demarcação, já!”. O discurso de Guajajara ainda arrancou gritos de “Fora, Temer!” do público, que ouviu atentamente sua mensagem.

Se algum brasileiro ainda tinha dúvidas do carisma de Alicia Keys, certamente o show do Rock in Rio 2017 acabou com todas elas. A cada sorriso ou interação com o público – rolou até um “E aí, Rio? Quero ouvir vocês!”, em português -, a cantora dava provas de seu amor por nosso país e cultura, já que além do Dream Team do Passinho, também convidou ao palco Charles Bonfin e Pretinho da Serrinha.

alicia-keys-rock-in-rio-2017
Eduardo Hollanda / Estacio/Divulgação

O repertório formado por canções que tocaram muito nas rádios do Brasil também fizeram a diferença, principalmente da metade pro fim do show, quando apareceram Fallin’, Girl On Fire e No One.

Empire State of Mind, Part II: Broken Down foi a escolhida para fechar a passagem mais marcante de Alicia Keys pelo Brasil. Deixando claro que sabe muito bem o papel que tem dentro da sociedade, usando sua relevância no mundo da música para emocionar e engajar uma legião de fãs apaixonados.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade