Acusada de homofobia, Iggy Azalea cancela show em Parada Gay americana

Em comunicado em seu Twitter, a cantora assumiu e se desculpou pelos seus comentários homofóbicos do passado

Por Gabriel Justo Atualizado em 17 ago 2016, 16h24 - Publicado em 9 jun 2015, 13h40

Programado para a noite próximo sábado (13), o show de Iggy Azalea na Pittsburgh Pride não vai mais rolar. Foi o que a cantora anunciou na tarde de ontem em seu Twitter, com um comunicado em que ela tanbém se desculpa por comentários homofóbicos que ela fez no passado.

“Foi uma decisão difícil de ser tomada, porque eu superapoio o evento e a comunidade LGBTIQA”, disse ela. “Mas eu sinto que, neste momento, a minha participação só serviria para distrair as pessoas do real propósito do evento “, completou Iggy, dizendo ainda que acredita finalmente na igualdade e que não gostaria que algo que ela disse ‘com tanto descuidado’ fosse refletido como parte de seu caráter.

“Infelizmente, eu usei palavras que não deveria quando jovem. Eu não quis fazer mal algum e eu me arrependo profundamente das coisas que disse. Agora, como adulta, eu nunca falaria essas coisas de novo porque entendo que isso desrespeita a luta que eu tanto acredito “, desculpou-se a cantora.

Na última semana, Iggy também cancelou todos os shows da The Great Scape Tour alegando que gostaria de ter mais tempo para preparar um show melhor para os fãs. Com isso, Iggy Azalea só deve voltar aos palcos em 2016.

Continua após a publicidade
Publicidade