A vida do Kaysar, do BBB18, foi mais difícil do que você imagina

O cristal sírio passou por coisas tensas antes de, finalmente, conseguir chegar ao Brasil.

Por Da Redação Atualizado em 22 mar 2018, 14h18 - Publicado em 22 mar 2018, 14h16

Kaysar é um dos queridinhos do público desde que entrou no BBB18. A popularidade do sírio diminuiu um pouco após o namoro com Patrícia, mas agora que a ex-sister saiu da casa, ele está com tudo de novo. Entretanto, apesar da animação que ele sempre mostra no reality, a vida do brother já foi bem difícil, viu?

De acordo com informações obtidas pela Veja, Kaysar levava uma vida de classe média alta quando precisou fugir da Síria, aos 20 anos, para não se alistar no exército e escapar da guerra. Ele iria encontrar um amigo na Ucrânia, mas, chegando lá, descobriu que o amigo havia morrido de câncer e acabou tendo que dormir, literalmente, embaixo de uma ponte até conseguir um emprego de gari e, com o dinheiro, alugar um quarto de uma pensão.

Foi durante uma noite lá, cinco anos depois, que ele deu de cara com uma gangue nacionalista que o agrediu apenas porque ele era sírio e cristão. O resultado? Perna direita quebrada em quatro partes e o braço esquerdo, em três. Um mês depois, em junho de 2014, Kaysar se recuperou e conseguiu a liberação para vir até o Brasil encontrar refúgio com alguns primos.

Aqui, o sírio aprendeu a falar português (além das outras seis línguas em que é fluente, árabe, inglês, francês, grego, russo e ucraniano) e se matriculou em um curso de hotelaria. Quando terminou, começou a trabalhar como garçom em um hotel e como personagem de histórias infantis em uma empresa de animação nas horas vagas. Viu ele ali em cima como príncipe da Branca de Neve?

Ele também adestrava aves silvestres para ter uma renda extra, mas sabia que o dinheiro ainda não seria suficiente para trazer o resto da sua família para o Brasil, por isso ficou muito animado com a possibilidade de ganhar R$1,5 milhão no BBB.

Seus pais estão bem e, apesar de não verem o filho pessoalmente há mais de oito anos, estão acompanhando o brother no reality. Tomara que eles consigam se reencontrar, né?

Continua após a publicidade

Publicidade