7 séries que amamos

Por Da Redação 6 nov 2012, 20h48

Depois do último post, recebi vários pedidos para fazer um com as minhas séries favoritas, aquelas que não largo e recomendo. Essa é uma missão meio ingrata, porque tem muita série boa por aí e nem sempre o que eu gosto vai agradar a todo mundo. Mas, ok…como diria o Barney de HIMYM: Challenge Accepted!

Eu também as divido em duas categorias, o que dificulta um pouco a coisa toda. Afinal, tem algumas que são amor eterno e outras são coisa de momento (tipo os bofes da vida, né? #aloca). Se vocês leem o blog com alguma frequência, aliás, já devem ter sacado que umas são mais queridas do que outras.

Então fiz um top 5 daquelas que resistiram ao tempo! Eis as sobreviventes a altos e baixos, com muito amor:

 

Continua após a publicidade

Grey’s Anatomy

Grey’s sofre com as constantes mudanças no elenco e com o transtorno homicida da criadora, que elabora catástrofes de proporções míticas em todo fim de temporada. Alguém tem que morrer, todo ano. (E normalmente, são muitos alguéns!). Não tem necessidade de ter um elenco imenso e ficar matando personagens. Tenha um menor e escreva histórias pra eles.

Mas, o lance todo é que eu sou masoquista. Mesmo tendo chorado essas perdas todas, não deixo passar um episódio de Grey’s Anatomy. Amo a Mer. Ao contrário de 90% da audiência, assisto Grey’s por ela. É muito difícil não ter uma personagem na TV que seja isso ou aquilo,  preto ou branco. Ela não. É uma personagem com nuances. Adoro!

E se esses motivos não foram suficientes: O cabelo de McDreamy. ♥

 

Continua após a publicidade

Mad Men

Don Draper, gente. Ele é o motivo de amar Mad Men. Muita coisa na série me incomoda, como a situação sempre inferior da Joan. Não porque sejam falhas de roteiro, muito pelo contrário. Mas porque a realidade da época e um grupo de personagens machistas a massacra sempre. O que me segura mesmo é o Don, com todos os seus defeitos, porque ele é um gênio da publicidade, um charme e uma incógnita! Tudoaomesmotempo.

 

Continua após a publicidade

How I Met Your Mother

Pa-pa-pa-pa… Você já ouviu em algum lugar uma história do tipo “crianças, quando eu conheci a mãe de vocês…”. É por isso que eles são tão reais pra mim. Eu sou amiga de Lily, Marshall, Ted, Robin e Barney. A gente já fez as besteiras que eles fazem e a graça é essa! Fora que, sério, tem dias em que HIMYM me ensina mais sobre a minha vida do que eu fui capaz de aprender em 25 anos. (O melhor episódio ever é esse da foto, Blitzgiving, da 6ª temporada).

 

Continua após a publicidade

Bones

Eu tenho uma quedinha por gente esquisita, que não entende as piadas dos outros e por ciência. Ou seja, adoro a Brennan. Só não curto essa forçada que eles deram no senso de humor dela nos últimos tempos. Ela não precisa ser engraçada, porque ela já é engraçada quando não está fazendo piadas. (É aquela lógica do Drew de Elizabethtown, sabem? Ele diz pra Claire que gosta dela SEM AS PIADAS!)

 

Continua após a publicidade

Fringe

Universos paralelos, experimentos impossíveis, viagens no tempo, um cientista louco que usa drogas e come doces compulsivamente. Tem como não se apaixonar por Fringe? Fora que o roteiro é bem amarradíssimo, uma das melhores histórias que eu já vi e li! A série te prende e te surpreende a cada episódio (e você não consegue prever de onde veio o golpe). Pena que tá no fim.

 

Continua após a publicidade

O vício do momento: Girls

I keep dancin’ on my own… ♫. Girls tem um efeito parecido com o de HIMYM em mim, porque você já conheceu estas meninas em algum momento da sua vida. E elas representam o nosso momento, o das de 20 e poucos, perdidonas na vida. E, convenhamos, ser jovem hoje não é igual a ser jovem em tempo nenhum! Então, é começar a assistir que você se apega. Pode até não gostar tanto, mas se apega.

 

Continua após a publicidade

O vício de sempre: Friends

Unagi, Smelly Cat, How you doin’?. Três bons motivos para assistir Friends. Não tenho nem como explicar porque é tão apaixonante, mas nunca deixo de me divertir, mesmo vendo mil vezes. Bom, mas eu sou suspeitíssima, já que esse foi o tema do meu TCC. Friends, na minha vida, é pra sempre.

Agora quero saber as preferidas de vocês, meninas!! Deixem nos comentários!

Beijo 😉

 

Continua após a publicidade

PS.: Essa série de “7 séries que qualquer coisa” tá me fazendo achar que esse blog tá parecendo aqueles tumblrs “501 coisas pra fazer antes de morrer” (nada contra, acho ótimo #leilalopesfeelings)!

Continua após a publicidade
Publicidade