7 filmes que você precisa ver no Netflix | Capricho

7 filmes que você precisa ver no Netflix

Uma lista de produções que vão te fazer, rir, chorar e se emocionar

Por thiagomunhoztheodoro Atualizado em 24 ago 2016, 18h10 - Publicado em 21 mar 2014, 11h10

Chega de ver Um Amor Para Recordar . Tá bom, pode ver quantas vezes quiser. Mas, se tiver vontade de variar, fizemos uma lista de achados no Netflix que você não pode perder. Pegue a pipoca e o refri!

1. Medianeras (2011)

Uma história de amor das grandes cidades. Nessa produção argentina, Martin é um cara solitário, que tenta sair do isolamento do seu apê e da vida virtual. Já Mariana acabou de terminar um relacionamento e está vivendo no caos. Os dois vivem no centro de Buenos Aires, no mesmo quarteirão, vão aos mesmos lugares, mas não chegam a se encontrar. Será que eles vão descobrir o amor?

2. Ponyo, Uma Amizade Que Veio do Ma r (2008)

Toda a delicadeza da cultura japonesa está nesse desenho do gênio Hayao Miyazaki, o Walt Disney do Japão. Ponyo é uma peixinho dourado que conhece o garoto Sosuke, que a leva pra casa. A amizade dos dois fica tão forte que Ponyo resolve se tornar humana só para ficar mais tempo ao lado de seu amigo. A animação é inspirada no conto A Pequena Sereia, de H.C. Andersen. (Sim, o mesmo que a Disney usou!)

3. Em Busca da Terra do Nunca (2004)

Pegue o lencinho. Baseado em fatos reais e indicado a 7 Oscars, o filme conta a história da relação do autor escocês J. M. Barrie com a família que o inspirou a criar as famosas histórias de Peter Pan. Quando a mente criativa do autor encontra quatro crianças encantadoras… Queríamos continuar, mas estamos chorando.

Continua após a publicidade

4. Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (2003)

Dirigido por Tim Burton (Clap!Clap!Clap!), o filme é uma declaração de amor aos nossos pais. O personagem Ed Blomm é um velho que adora contar as histórias incríveis que viveu na juventude. E seus amigos e familiares adoram ouvi-las, com exceção de seu filho, Will. Uma fantasia tocante da relação pai e filho. (Miley Cyrus faz sua primeira participação no cinema)

5. O Amor é Cego (2001)

Nessa comédia romântica, Jack Black (gordinho lindo!) é Hal, um cara que só se apaixona por mulheres gostosas. Bem por acaso, ele encontra um guru que o hipnotiza e o faz ver apenas a beleza interior das pessoas. É quando Hal se apaixona pela gordinha Rosemary (Gwyneth Palthrow), que aos olhos encantados dele, é uma loira linda. Bônus: a música-tema: Baby, Now That I’ve Found You .

6. Caindo Na Real (1994)

Wynona Rider é Lelaina, uma garota que acaba de se formar e trabalha num programa de TV que odeia. Seu sonho mesmo é emplacar o documentário que faz sobre o cotidiano dos seus amigos. Inclusive, do seu BFF Troy (Ethan Hawke), um bad boy por quem tem um amor secreto. Bom, isso até conhecer um diretor da MTV, interpretado por Ben Stiller, que promete a ela mundos e fundos, inclusive por seu programa no ar. O figurino boyish, total 90’s, é bapho .

7. A Princesa e o Plebeu (1953)

É a estreia de Audrey Hepburn em Hollywood, com direito a Oscar de Melhor Atriz. No filme, ela é a princesa Ann, que foge da vida superprotegida que leva (e odeia) e vai andar por Roma como anônima. Rebelde, mas ainda muito inocente, Ann se apaixona por um jornalista americano que vive na cidade. Um conto de fadas.

Continua após a publicidade
Publicidade