5 Seconds of Summer declara amor ao Brasil em show em São Paulo

Os australianos do 5SOS fizeram seu segundo show no país nesta quinta-feira (14) e já prometeram voltar

Por Gabriela Zocchi Atualizado em 15 set 2017, 01h22 - Publicado em 15 set 2017, 01h17

Depois de anos de espera, o 5 Seconds of Summer finalmente chegou ao Brasil. Na última terça-feira (12), a banda australiana fez seu primeiro show no país, em Porto Alegre. Já na quinta (14) foi a vez deles subirem ao palco em São Paulo, antes de embarcar para o Rio de Janeiro para tocar no Rock in Rio na sexta (15). E foi justamente esse show na capital paulista que a CAPRICHO foi acompanhar de pertinho.

Assim que a gente chegou no Espaço das Américas, onde aconteceu a apresentação, já dava para ver que o público, composto majoritariamente de meninas, era fã real. Quase todo mundo vestia camisetas ou acessório dos meninos, isso quando o look não era customizado com algumas frases zoeiras deles. Ah, enquanto eles não subiam ao palco, a galera fazia o esquenta cantando ~acapella~ mesmo alguns dos hits do 5SOS.

View this post on Instagram

#Live com a galera do @5sos agitando SP aqui no @espacodasamericas! 🔥🎶🤘 #5sos

A post shared by Espaço das Américas (@espacodasamericas) on

Nem precisa dizer que o local foi abaixo quando o baterista, Ashton Irwin, entrou no palco, né? Ele chegou jogando água na galera, meio que já avisando que a casa de show ia pegar fogo. Em seguida, vieram os guitarristas Luke Hemmings e Michael Clifford e o baixista Calum Hood, tocando os primeiros acordes de Girls Talk Boys.

E aí o público só comprovou o que a gente já esperava: todo mundo sabia cantar T-O-D-O-S os trechos de T-O-D-A-S as músicas. A setlist contou com vários sucessos dos garotos, como Don’t Stop, Good Girls e Jet Black Heart, além de muitas outras, claro.

View this post on Instagram

#Live pensa numa galera enlouquecida!!! 🤘🎶🔥 #5secondsofsummer

Continua após a publicidade

A post shared by Espaço das Américas (@espacodasamericas) on

O tempo todo a banda fazia questão de retribuir o carinho do público. “Amo sua cidade e seu país”, disse Luke logo no começo. “A gente viaja o mundo sem fazer nada além de shows. Por isso, nossa meta é que cada um seja especial. E vocês conseguiram tornar esse especial para a gente”, declarou Michael mais para o meio da apresentação. Já Calum, que morou no Brasil aos 15 anos, quando tentou a chance como jogador de futebol em um time de Águas de Lindoia (SP), mostrou que o português ainda está na ponta da língua ao arriscar uns “boa noite” e “obrigado” quase perfeitos. Ele também aproveitou para prometer que eles vão voltar um dia, viu?

michael-calum-show-5-seconds-of-summer-sao-paulo-brasil
Michael e Calum cantam durante show do 5 Seconds of Summer em São Paulo Gabriela Zocchi/CAPRICHO

No show todo, parece que rola uma troca de energia. Os meninos brincam com a plateia pedindo para a galera completar as frases das músicas e tirar o pé do chão, enquanto os fãs não deixam o silêncio tomar conta em momento algum. Mesmo nas músicas mais calmas, como Amnesia, a galera deu um jeito de se fazer bem presente: todo mundo acendeu a luz do celular e algumas fãs até levantaram plaquinhas com mensagens fofas para seus ídolos.

Mas o clima de bad que ficava depois das músicas mais lentinhas era logo substituído por faixas como Castaway, animadas e com uma pegada bem rock’n’roll, cheias de guitarras pesadas e solos de bateria animadíssimos de Ashton.

View this post on Instagram

Quem acompanhou o show do @5sos no nosso Stories? Nesta sexta eles tocam no #rockinrio e a gente vai estar lá pra mostrar tudo pra vocês de novo, viu? 💕 #5sos

A post shared by CAPRICHO (@capricho) on

Para encerrar com chave de ouro, não podia faltar o primeiro single da banda, She Look’s So Perfect. Com um show bem animado, os meninos do 5 Seconds of Summer conquistaram ainda mais nossos corações e provaram que mandam ainda melhor ao vivo – não que a gente já não soubesse disso, mas é que vendo ali na nossa frente é ainda mais especial, né?

  • Continua após a publicidade
    Publicidade