Lucas Silveira, da Fresno, lista seus 5 clipes favoritos!

Por Da Redação Atualizado em 17 ago 2016, 09h53 - Publicado em 18 dez 2015, 16h44

Foto: Divulgação

Recentemente a Fresno lançou o incrível clipe de “Infinito”, primeira música tirada do próximo CD dos caras, previsto para ser lançado em setembro.

Aproveitando o lançamento, pedimos para o vocalista da Fresno, Lucas Silveira, fazer uma lista de seus cinco clipes favoritos. Dá uma olhada na seleção dele!

Marisa Monte – “Ainda Bem”

“Tenho certeza de que não fui apenas eu que ficou surpreso pra caramba ao ver a desenvoltura do Anderson Silva, comumente visto esmurrando seus adversários nos ringues, todo gentleman, conduzindo a Marisa Monte numa elegante dança a dois.”

Grandphone Vancouver – “Miss Me”

“Uma feliz surpresa, esse clipe. O que era para ser um trabalho de conclusão de um cara que cursava faculdade de cinema, virou uma febre no Facebook de todo mundo que eu conheço, não só pela criatividade e dificuldade de se executar um roteiro desses, mas sim também pela música, uma das melhores que eu ouvi esse ano.”

Continua após a publicidade

Skrillex – “Bangarang”

“Além de ser fã das produções do Sonny Moore há algum tempo, ele está se revelando também como um grande fazedor de videoclipes. Esse, em especial, tem uma história muito bem bolada, e todas as explosões combinam muito bem com a música. Existem muitos grandes DJs/Produtores, mas ninguém se dedicava tanto a fazer bons clipes como o Skrillex desde o Justice.”

Justice – “DVNO”

“É pura computação gráfica, mas é de um visual tão bonito, tão moderno e tão ‘antecipador-de-tendências’, que eu acho que esse vídeo tinha que ser mostrado no primeiro dia de aula de qualquer curso de audiovisual. Sou muito fã dos caras, e esse clipe foi responsável por consolidar o Justice como referência estética para mim e para meio mundo.”

30 Seconds To Mars – “A Beautiful Lie”

“Me identifico com os caras pelo fato de eles sempre terem essa ambição (e a grana) para fazer clipes nada menos que épicos. Eles têm várias produções lindas, mas essa em especial supera todas as outras, pela dificuldade de se colocar a banda num lugar tão inóspito. E ainda tem uma motivação política por trás disso tudo, visto que o lugar é extremamente ameaçado pela poluição.”

E aí, curtiram as dicas do Lucas?

Continua após a publicidade
Publicidade