A CAPRICHO já assistiu “Alice no País das Maravilhas”!

Com cenários e animações perfeitos, "Alice" consegue transportar você para um mundo de muita magia. Nós já vimos e aprovamos!

Por Da Redação Atualizado em 16 ago 2016, 17h55 - Publicado em 17 dez 2015, 19h14

Não, você não precisa ser fã de literatura, de animação ou do Johnny Depp para simplesmente pirar quando assistir “Alice no País das Maravilhas”, que estreia no Brasil no dia 16/04.

A história já é conhecida por todos: Com 9 anos de idade, Alice segue o Coelho Branco que vive aparecendo para ela. Enquanto procura por cai numa toca e acaba entrando num mundo completamente surreal, o “País das Maravilhas”.

Mas o filme, dirigido por Tim Burton, é na verdade a continuação da história original e acontece dez anos depois de ela cair na toca pela primeira vez. Na adaptação, Alice aparece com 19 anos, é uma espécie de princesa e está prestes a ser pedida em casamento quando é levada para o País das Maravilhas novamente.

“Alice” com pitadinhas de humor

Durante o filme, não dá para desgrudar o olho da tela de tanta tensão, mas não faltam cenas pra você morrer de rir. Na versão para as telonas, você pode ver o noivo sem graça e metido de Alice, se diverte com a moça diminuindo e aumentando de tamanho o tempo inteiro (e tendo problemas por causa das roupas) e ri com o jeito confuso dela.

Não podemos contar tudo, mas prestem atenção nos irmãos gêmeos Tweedle, que são uma fofura, no Gato Risonho e nos sapinhos que servem a Rainha Vermelha. Eles são tudo!

Animação e efeitos sonoros incr íveis

Continua após a publicidade

A mistura atores reais com animações não poderia ter saído melhor. Em “Alice no País das Maravilhas”, tudo é tão balanceado que a única coisa que faz você lembrar que usaram computação gráfica no filme são os óculos para 3D .

A integração dos desenhos com os atores é perfeita e os efeitos sonoros fazem tudo parecer ainda mais real. É como se você fosse Alice e estivesse tentando devolver o poder para a Rainha Branca (interpretada por Anne Hathaway no filme). Ooops, contei!

Johnny Depp como o “Chapeleiro Maluco

Que atuação! Que maquiagem detalhada e perfeita! Que figurino ótimo! Logo na primeira cena do ator, em que ele está num jardim no meio do nada, ele já impressiona.

O Chapeleiro Maluco no cinema é ainda mais maluco do que imaginávamos. Dança (numa das cenas mais engraçadas!), canta, faz piadas que ninguém entende e não tem medo de enfrentar a Rainha Vermelha.

No final do filme, você já vai estar tão apaixonada por Johnny Depp como o Chapeleiro que vai torcer até para a Alice se apaixonar por ele (Maluco, né?)!

“Alice no País das Maravilhas”, que tem em sua trilha sonora a música “Alice” (como a gente já contou aqui) composta por Avril Lavigne, estreia no dia 16/04 no Brasil.

Continua após a publicidade
Publicidade