Três micos que poderiam ter sido evitados… ou não. Fazer o quê?

Se você não tivesse pisado torto com aquele salto...

Por Marcela Bonafé Atualizado em 19 Maio 2017, 23h04 - Publicado em 19 Maio 2017, 19h03

Na vida às vezes parece que por questão de segundos, algum problema poderia ter sido evitado. E com os micos é exatamente assim: se você não estivesse naquele lugar, naquele momento, com aquela roupa e perto daquelas pessoas, talvez conseguisse evitar passar vergonha.

1. O pai ~não~ te ama

“Estava eu e a minha família em um restaurante muito chique para um jantar que envolvia o trabalho do meu pai. Levantei, fui me servir e quando voltei para me sentar, virei o pé e derrubei toda a comida do prato no terno do chefe do meu pai. Ele não ficou nada feliz.” Mico enviado por A.M., de 16 anos. 
Ai, não! Imagino que seu pai também não tenha gostado nem um pouco do desastre!

2. Anota o meu número pedido!

“Eu trabalhava em uma padaria muito conhecida em minha cidade. Certo dia fui atender uma mesa e me deparei com um rapaz muito bonito, perguntei o que ele queria, anotei tudo e fui até o balcão passar o pedido. Lá, comecei a falar com uma amiga sobre o cara, que ele era lindo. Quando eu me virei o rapaz estava atrás de mim escutando tudo! Ele só deu um sorriso e me pediu pra adicionar um suco ao pedido. Fiquei com tanta vergonha que nem fui até ele servir.” Mico enviado por L.L., de 17 anos. 
Já que o mico estava feito, podia ter aproveitado e mandado seu telefone em um guardanapo junto do suco.

3. “Eu me apaixonei pela pessoa errada…”

“Estava em uma festa com alguns amigos e um cara me puxou do nada e me deu um beijão. Quando ele me soltou, dei um tapa na cara dele e ele ficou bem surpreso, me pediu para ter calma e perguntou por que eu estava fazendo aquilo com ele. Foi então que ele me chamou pelo nome da minha irmã gêmea e percebi que era o mais recente namorado dela que confundiu nós duas.” Mico enviado por J.M., de 18 anos.
Ô, coitado! Acho que o mico foi mais dele que seu, hein?! Hehehe

Tem algum mico legal e quer compartilhar com a CAPRICHO? Envie para capricho@abril.com.br que vamos adorar receber!

Continua após a publicidade

Publicidade