Toda mulher tem a capacidade única de ser além do que se espera

Em seu texto de estreia na CAPRICHO, Gabie Fernandes faz uma reflexão linda sobre mulheres incríveis serem feitas de outras mulheres incríveis

Por Atualizado em 11 mar 2022, 14h51 - Publicado em 12 mar 2022, 09h00

Eu sempre amei um conto de fadas. Adorava ouvir histórias, passava horas grudada na barra da saia da minha avó ouvindo as mesmas lendas da sua juventude. Vovó descascava laranjas, sentada em uma cadeira de plástico, e me perguntava: “Já te contei do meu tio que virou um lobisomem!?”. Ela já havia me contado, inúmeras vezes, mas eu sempre respondia que não. Eu amava aquela história! Eu amava toda e qualquer história.

Montagem com fotos da Gabie Fernandes segurando flores. Ela é uma mulher branca e loira.
William Messias/CAPRICHO

Surpreendendo a zero pessoas, eu me tornei escritora. E a minha primeira grande personagem foi eu mesma. Eu mesma protagonizei meus primeiros roteiros, uma obra fictícia, mas nem tanto, que eu batizei de uma breve série de mim. Calma, eu explico. Quando eu era pequena, eu fantasiava sobre o meu futuro e fazia pequenos acordos comigo mesma: ter tatuagens, me casar com um cara de cabelo cacheado e ler todos os livros do mundo. Algumas eu cumpri, outras estão bem longe. Eu planejei cada passo para ser uma mulher incrível. Sim, na minha cabeça de 12 anos mulheres incríveis tinham muitas tatuagens.

Fiz as tatuagens, várias delas… Mas não me senti mais incrível do que no dia que sentei à mesa com a minha mãe e minha tia, e discuti sobre amor. Aquelas duas mulheres, com vivências e relações tão diferentes, me falando o que acham, o que esperam e o que sentem sobre amor valeu mais do que mil livros sobre o mesmo tema. Então eu percebi que mulheres incríveis são feitas de outras mulheres incríveis. E que não há lista no mundo que me deixe mais perto do meu objetivo do que estar aberta a conversar com outras de nós, tão iguais e diferentes de ao mesmo tempo. Simone De Beauvoir tem uma famosa frase que explica bem esse conceito: “Não se nasce mulher, torna -se”.

Continua após a publicidade

 

Ser mulher requer aprendizado e, para como todo e qualquer nível de conhecimento, é necessário referência – e para isso não precisa ir longe. Grandes mulheres estão em todo canto! Minha mãe e a sua, nossas tias, avós, irmãs, primas, amigas, a moça da padaria, a professora Marcia da segunda série e a Rafa, de história. Tem também a namorada da sua amiga ou a sua namorada, sua sogra e também sua cunhada. Somos muitas e temos tanto a oferecer!

A frase
Reprodução/CAPRICHO

Aprendi, ouvindo as mulheres que me cercam, que todas nós somos abundantes. Entregamos à vida uma generosidade sem igual e toda mulher tem a capacidade única e exclusiva de ser além do que se espera. Não há lista no mundo, história ou fábula que me faça ser menos do que sou: e EU SOU INCRIVEL! Somos, na verdade.

Agradeço a Gabriela que anos atrás se deu o trabalho, se preocupou em cuidar dos mínimos detalhes para que eu fosse maravilhosa. Agradeço imensamente, mas agora eu assumo daqui, e eu não vou sozinha. Vamos todas e vamos juntas.

Continua após a publicidade

Publicidade