Supere (de vez!) essa paixão furada!

Cansou de sofrer por um amor não correspondido? Desencanar pode ser a solução!

Por Da Redação Atualizado em 25 ago 2016, 01h09 - Publicado em 22 jul 2013, 18h48

Pare de se enganar! A verdade é que, às vezes, a vida é mesmo cruel =(

Não rola controlar os sentimentos do cara e, por mais incrível/inteligente/fofa/linda que você seja, ele pode simplesmente não estar a fim ! Aceitar o fato e parar de tentar achar um porquê mudará a sua vida pra melhor, pode acreditar!

Eu te amo, mas…

Vocês namoraram por um tempo mas, de uma hora pra outra, tudo mudou! “Não entendi nada! Fiquei achando que eu tinha feito algo pra ele!”. A história da Bianca Hayashi, 16 anos, parece a sua? “Fiz de tudo pra voltarmos, até implorar na frente do colégio inteiro!” . Foi difícil para Bia perceber que a culpa não era dela! “Com o tempo fui aceitando a situação. Entendi que a relação já não era incrível e que ele não era meu! O cara tinha o direito de querer outra coisa!”.

Curto ficar com você, mas…

“Ficávamos há 5 meses e, apesar de não ser sério, gostava muito dele!”. A Karina Gilio, 15 anos, tinha esperanças de que o rolo virasse namoro, o que não aconteceu! “Chegou num ponto em que, quanto mais eu via o menino, mais sofria. Achava que, em algum momento, ele perceberia que eu era a pessoa certa pra ele”. Nesse casos, quando estar perto não faz bem, o melhor a fazer é desapegar! “Não é fácil, mas parei de stalkear o garoto nas redes sociais e pedi para ninguém me contar mais nada sobre ele”. O resultado? “Superei e estou ficando com outro cara!”

Acho você legal, mas…

Ele é simpático, gentil, fofo… “Impossível não ficar a fim!”, conta a Nath Ferreira, 14 anos . O menino por quem ela era apaixonada até dava sinais de que algo poderia rolar, mas nada acontecia! ” Antes de dormir, ficava imaginando nós dois juntos! Não passava um único dia sem pensar nele”. A Nath resolveu tomar a iniciativa e abrir o jogo. “Ele disse que queria ser meu amigo! Fiquei inconformada e, ainda assim, não consegui desistir!”. Tentar é válido, claro! Continuar tentando para sempre, não! “Deixei de conhecer vários meninos por estar encanada nele!”.

 

Continua após a publicidade
Publicidade