#selflove: Jovem usa Instagram como diário para superar anorexia

'Eu podia sentir a morte rastejando por minha espinha e garganta. Eu realmente pensei que fosse morrer.'

Por Isabella Otto Atualizado em 9 Maio 2017, 15h04 - Publicado em 9 Maio 2017, 14h07

O Instagram está investindo em peso em projetos que valorizam cada vez mais a beleza real dentro do aplicativo – e cada vez menos aquelas fotos montadas, que podem ser lindas, mas não são verdadeiras. Com esse estímulo, cada vez mais usuários estão preferindo usar o app para mostrar histórias de superações e inspirar outras pessoas. Porque, sim, o real é belo.

#selflove: Jovem usa Instagram como diário para superar anorexia
O antes e o depois. Reprodução/Reprodução

A meia inglesa, meia israelense Sacha Cuddy, de 18 anos, faz parte desse grupo de jovens que usa a rede social como diário de superação. Em entrevista ao site Teen Vogue, a adolescente conta que sofre de distúrbio alimentar e anorexia. Apesar de estar atualmente saudável, ela diz que a doença a persegue diariamente. E sempre vai ser assim. “Eu estava em um lugar em que as coisas não estavam certas. Algumas noites foram tranquilas, mas outras foram terríveis. Eu podia sentir a morte rastejando por minha espinha e garganta. Eu realmente pensei que fosse morrer“, desabafa a jovem na no Instagram.

Diariamente, Sacha tem a missão de se olhar no espelho, amar o que vê e se manter forte. E a rede social tem ajudado ela nessa tarefa! Ao postar fotos e textos sobre sua batalha contra a anorexia, a inglesa recebe uma porção de comentários empoderadores, que as fazem sentir-se mais forte. “Eu me machuquei por sete longos anos e eu sempre me envergonhei por isso(…) Mas quer saber? A coisa mais incrível é o fato de eu ter cicatrizes. Pequenas, grandes, vermelhas… Eu tenho um monte delas! As cicatrizes mostram que meu corpo pode se curar. Eu estou viva. Eu estou respirando. E para mim isso é absolutamente maravilhoso. Eu não vou deixar ninguém me dizer que essas cicatrizes são patéticas, porque eu sobrevivi a um trauma e estou viva, e isso me torna a pessoa mais forte que conheço“, encoraja a adolescente.

#selflove: Jovem usa Instagram como diário para superar anorexia
Sacha durante o período mais complicado da anorexia, em que os joelhos eram maiores que as coxas. Reprodução/Reprodução

Para Sacha, dividir sua história a torna mais forte e poderosa, e consequentemente empodera outras meninas, principalmente aquelas que eventualmente estejam enfrentando a mesmo doença, que ela chama de demônio. “Hoje, há uma maior variedade na indústria da moda, mas as marcas ainda gostam de pensar que as pessoas têm todas o tamanho de um manequim magro. Eu acho que a indústria está começando a perceber que eles são glamorosamente destrutivos, mas o estrago já feito nunca poderá ser apagado”, critica a adolescente, que se sentia pressionada a caber nas roupas que a grande mídia vendia.

Atualmente, a instagramer, que ficou dois anos sem comer pizza (mesmo morrendo de vontade), tem uma alimentação saudável, come o que sente vontade e compartilha pratos lindíssimos na rede, com muita salada, muito carboidrato e muita proteína. Para quem seguia o lema “uma maça por dia e emagreça com alegria“, a mudança é visível e deve ser comemorada diariamente. “Mude o seu pensamento e o seu corpo irá segui-lo”, aconselha.

#selflove: Jovem usa Instagram como diário para superar anorexia
Saudável, a adolescente mostra como está o seu corpo atualmente. Reprodução/Reprodução

A anorexia é um distúrbio alimentar que está muito mais ligado a sua mente que ao seu corpo – ele apenas sofre as consequências de seu pensamento destrutivo. É a forma como você se enxerga que precisa ser reestruturada. Buscar ajuda é imprescindível! Sacha Cuddy, por exemplo, encontrou no Instagram uma ferramenta para manter-se saudável. Para acompanhar suas postagens e sua história diária de superação, é só seguir a conta @thetremblingofaleaf#HereForYou

 

+ Leia mais: Brasileira Mirian Bottan lutou 15 anos contra bulimia e usa o Instagram para inspirar outras meninas

 

Continua após a publicidade
Publicidade