S.O.S. Sexo: ‘Preciso fazer exames depois da primeira transa?’

Dar uma passada no ginecologista é sempre bom, mas muita gente se pergunta se algo muda depois de iniciar a vida sexual.

Por Marcela Bonafé - 9 mar 2017, 18h15

Tem gente que se sente meio envergonhada de fazer uma visitinha ao ginecologista, mas às vezes é preciso. Afinal, é por lá que você vai conseguir as melhores orientações em relação à saúde e à vida sexual. Uma dúvida muito comum é se essa ida ao médico está relacionada à primeira transa, então a pergunta da A.L., de 16 anos, pode ajudar muita gente: “Depois de perder a virgindade, preciso passar por algum exame ginecológico? Qual? Com que frequência?”

Quem nos ajuda e responde a pergunta é a ginecologista especialista em sexualidade Mariana Maldonado.

Olá, A. Não é preciso fazer um exame ginecológico só por conta disso, mas sem dúvida essa é uma boa oportunidade para a menina aumentar os cuidados com a sua saúde! A recomendação é que se faça consultas anuais com o seu ginecologista, mesmo as meninas que ainda são virgens, até porque o exame das mamas também faz parte da consulta ginecológica. O que acontece é que as virgens estão liberadas do exame preventivo (o papanicolau). A época de começar a fazer esse exame específico depende da faixa etária da mulher, mas nada melhor do que ter um ginecologista de confiança pra cuidar de você e tirar suas dúvidas.

Quer saber mais sobre este e outros assuntos relacionados a sexo? A gente fala sobre várias dúvidas lá no canal:

Continua após a publicidade

Publicidade