Quero namorar, mas meus pais não deixam. E agora?

Veja depoimentos de quem enfrentou o problema e tire dicas para lidar com a situação!

Por Rafaela Polo Atualizado em 16 ago 2016, 17h34 - Publicado em 17 dez 2015, 19h14

Veja depoimentos de quem enfrentou o problema e tire dicas para lidar com a situação !

Para muitos pais a palavra “namoro” e “adolescência” não deveriam andar juntas, mas vamos combinar que isso é beeem difícil, né?

Se você está superapaixonada, mas seus pais te proíbem de ter um relacionamento, não se desespere: você não é a única! Veja como algumas leitoras lidaram com essa experiência:

Quando a proibição começa no “ficar”

@BlanchFaria – 14 anos – Itaperuma (RJ)

“Eu sempre fui muito protegida em relação a namoro, ainda mais que os meus pais são divorciados. Quando resolvi falar com a minha mãe pela primeira vez sobre namoro, ela aumentou ainda mais o a proteção ao meu redor. Certa vez, fiquei com um menino e não contei para minha mãe, mas ela descobriu. Foi uma confusão enorme e eu fiquei de castigo minhas férias todas. Ainda hoje tenho medo de ficar com outros meninos, porque sei que se me descobrirem vou me dar mal. Já tentei conversar sobre isso com a minha mãe, mas nunca dá certo.”

Quando o menino entende

@caroolcalil – 14 anos – Itatiba (SP)

“Dei meu primeiro beijo aos 12 anos e fiquei super apaixonada. O menino com o qual eu fiquei disse que gostava muito de mim e acabamos começando um namoro. Em uma viagem que fiz com a minha família, eu ficava o tempo todo no MSN só para poder falar com ele. A empolgação era tanta que a minha mãe percebeu e eu acabei contanto para ela. Nós conversamos e ela me disse para terminar antes que ela contasse tudo para o meu pai, que teria uma reação bem pior. Quando eu voltei, expliquei a situação para o menino e ele entendeu. Nós terminamos mas continuamos amigos.”

Quando a mãe descobre o namoro escondido

@Mariannabarboza    – 15 anos – Goiania (GO)

“Confesso que no início tinha vergonha de contar pra minha mãe que estava namorando, mas, por muita falta de sorte, ela descobriu. Tudo porque uma garotinha me viu beijando e contou. Eu não tinha como negar e ela então me proibiu de namorar, porque eu era muito nova. Tive que terminar”

Continua após a publicidade

Quando a conversa com os pais resolve o problema

@ingridgabrielli – 17 anos – Goiania (GO)

“Quando eu tinha 15 anos comecei a namorar e não queria esconder da minha mãe, então contei tudo pra ela. Assim como eu esperava, ela me proibiu, dizendo que eu era muito nova, que não estava na hora e que iria acabar atrapalhando meus estudos. Eu não disse nada e decidi ter outra conversa com ela. Expliquei que já era madura o suficiente para encarar um namoro e que ela poderia confiar em mim. Depois da conversa ela me abraçou e disse que queria conhecê-lo. Eu o apresentei e ela aceitou o namoro. Penso que se não tivesse conversado com ela, ela não teria aceitado.”

E para o garoto?

Geralmente os garotos não enfrentam esse tipo de problema em casa, já que os pais costumam ser mais liberais quando se é menino. Mas isso não quer dizer que eles não tenham passado por essa situação, afinal, namoro é em dois e se os pais da menina não deixam, eles também sofrem com isso. Olha só o que eles contaram para gente:

@pudimde_leite – 15 anos – São Paulo (SP)

“Eu namorava uma garota de 14 anos e a amava muito, mas os pais dela eram de uma religião muito rigorosa, e não permitiam esse tipo de relacionamento. Eu conversei com a mãe dela e quis frequentar a mesma igreja, mas desta vez, quem não deixou foi a minha mãe. Nós continuamos a namorar escondido e um dia fomos flagrados juntos pela pai dela. Ele falou muitas coisas para mim e eu só pude escutar. Nunca mais a vi depois disso.”

@sthennio – 16 Anos – São Paulo – SP.

“Estava começando um namoro com uma garota e estava ótimo, menos uma coisa: o pai dela não queria que o namoro acontecesse. Ele sempre implicava com a nossa relação. Como eu percebi que ele nunca autorizaria, eu resolvi conversar com ele e explicar o que sentia. Depois do papo, ele aceitou a nossa relação e o namoro aconteceu.”

 

#Ficadica: enfrentar os pais é muito difícil, mas encarar uma conversa com maturidade pode ser a chave para conseguir o apoio deles ao namoro. Vale a pena tentar! Afinal, namorar escondido pode deixar a relação mais desgastada. Explique para seus pais como se sente e mostre que, com tudo o que aprendeu com eles, você já é madura o suficiente para ter um namorado.

E você, já passou por isso? O que você faria?

 

Continua após a publicidade
Publicidade