Pílula faz mal à saúde?

Por Da Redação Atualizado em 16 ago 2016, 18h38 - Publicado em 18 dez 2015, 16h43
Foto: Stock.xchng

Talvez você tenha visto nos jornais o caso da suspensão da venda o anticoncepcional Diane 35 na França. O medicamento  foi associado a pelo menos 4 mortes naquele país nos últimos 25 anos.

Isso quer dizer que pílulas anticoncepcionais são perigosas? Não exatamente. Mas quer dizer que elas oferecem risco. É que os hormônios das pílulas – assim como o de injeção, implantes ou qualquer outro contraceptivo hormonal – estão relacionados a complicações cardiovasculares, como trombose, embolia e AVC.

Mas, calma. Você não precisa desistir da ideia de começar a tomar pílula. Só que, antes de tomar essa decisão, você deve consultar um médico. É ele quem vai estudar seu histórico de saúde e ver qual é a mais indicada para você. O método pode ser contraindicado, por exemplo, para meninas com problemas de obesidade, fumantes ou com histórico de doenças vasculares na família, para quem os riscos de trombose aumentam muito.

A pílula continua sendo um método contraceptivo muito eficiente, que tem a grande vantagem de depender só de você para funcionar. Ela também ajuda a regular seu ciclo, diminui problemas como cólicas e ajudam a controlar doenças como a endometriose ou ovários policísticos. Ou seja, segundo os especialistas, os benefícios superam muito os riscos. Basta usar com segurança.

Aliás, a primeira coisa que todo mundo precisa fazer quando pensa em iniciar sua vida sexual é procurar um médico, certo? Aí você vai estar bem mais protegida!

Você toma pílula? Já pensou em tomar? Conta pra gente sua experiência!

 

Continua após a publicidade
Publicidade