Novos emojis são cheios de representatividade, mas um gerou muita polêmica

Em meio a cadeira de rodas, sinal de libras e aparelho auditivo, um desenho em especial aguçou a mente poluída das pessoas...

Por Isabella Otto 7 fev 2019, 12h52

Neste ano, 230 emojis serão lançados. A atualização foi revelada nesta semana pela Unicode e traz algumas figurinhas bastante importantes, que promovem a representatividade. São 75 desenhos com variações de cor de pele e gênero. Também foram lançados emojis de cão-guia, pessoas falando libra e usando cadeira de rodas, orelha com aparelho auditivo e penas e braços mecânicos.

Também foram lançados emojis de sari e gotinha de sangue, que, para muitos, foi um lançamento bastante empoderador já que poderá ser usado para publicações que abordam temas como menstruação.

Outros desenhos bastante aguardados foram lançados: flamingo, sapatilha de ballet, waffle, cubinho de gelo e tererê (Luan Santana pira!). Apesar da quantidade de opções, o emoji que mais chamou a atenção foi um que, teoricamente, poderia ter passado despercebido. Mas nananinanão! O que dizer da imagem abaixo?

Reprodução/Reprodução
Continua após a publicidade

A imaginação e, cá entre nós, a mente poluída dos usuários já inventaram mil e uma utilidades para o símbolo acima, que representa algo beeeeem pequenininho.

A galera não perdoa mesmo! Alguma dúvida que esse novo emoji vai causar nos grupos de WhatsApp quando for lançado? (risos) A previsão para a nova atualização é 5 de março.

Reprodução/Reprodução

“E a nossa vontade de esperar, ó….”

Continua após a publicidade

Publicidade