No NYFW, designer prova que representatividade está sempre na moda

"É sobre a representação dentro das mulheres asiáticas. Existem tantos tipos diferentes de nós!"

Por Melissa Ery Atualizado em 14 set 2018, 19h07 - Publicado em 14 set 2018, 12h32

Estamos vivendo um momento muito lindo e importante para celebrar a diversidade e buscar mais representatividade em qualquer lugar que seja. E, quando falamos sobre a falta de representatividade, não estamos falando apenas sobre quando não podemos aspirar ser alguém em uma posição de sucesso com traços parecidos com os nossos, mas também o quanto as quebras de padrões que são impostas a nós são importantes para que cada vez menos a gente seja estereotipado ou representado de uma maneira superficial.

Durante a New York Fashion Week, uma das semanas de moda mais reconhecidas do mundo, a designer Claudia Li resolveu contratar 35 modelos asiáticas para apresentar sua coleção de Primavera.

Reprodução/Reprodução

Em entrevista ao site Refinery29, ela contou que a coleção veio no momento certo, pois era seu primeiro desfile e a coleção trazia muitas memórias de como ela cresceu sendo uma mulher asiática na Nova Zelândia. Ela também se lembrou de como sempre era percebida de uma maneira singular, com o estereótipo de que “se você é asiático, então consequentemente é bom em matemática e ciência”.

  • “É sobre a representação dentro das mulheres asiáticas. Existem tantos tipos diferentes de nós, e nós não fomos representados de forma diversa. Eu realmente quero mostrar as personalidades de quem eu sou e quem são essas garotas, e eu acho que isso é muito importante agora, e agora é a hora de fazer isso. Os asiáticos não são apenas uma nacionalidade. Não são apenas chineses ou japoneses. Existem garotas de todos os lugares [no desfile]. Dentro da comunidade de mulheres asiáticas, somos diversas. É hora de se libertar daquela definição singular de beleza asiática“, explicou na entrevista. Para tornar o desfile ainda mais especial, uma das convidadas foi a atriz e rapper Awkwafina, que aparece no filme Asiáticos Podres de Ricos.

    View this post on Instagram

    🔊 Our casting has been getting a lot of attention. Get to know our models for who they are: captured pre-show, totally off-duty and totally themselves, by creative directors @ungano_agriodimas and @javierperal. Unscripted, playful, silly, cool: this is the Claudia Li girl. #claudiali #nyfw

    A post shared by CLAUDIA LI (@claudialiofficial) on

    Continua após a publicidade

    View this post on Instagram

    Spring 2019 Looks 17 through 25. Worn by @ash_foo, @chensiqii, @_chousw, @sadosang, @xvjing1213, @itsbomseol, @jessiehsujc, @joonyaround, @fourzz and @irkacanseco. #claudiali #nyfw

    A post shared by CLAUDIA LI (@claudialiofficial) on

    É sempre muito legal ver que, mesmo aos poucos, o cenário majoritariamente branco está mudando e está dando espaço para meninas asiáticas, negras e de outras etnias, trazendo mais diversidade!

    Quer conversar mais comigo sobre o assunto? Manda uma mensagem no @melissaery. Vou adorar ouvir a opinião de vocês!

    Continua após a publicidade
    Publicidade