Nicole Kidman chama violência doméstica de ‘doença’ no Emmy 2017

Ao vencer categoria de melhor atriz, Nicole fez discurso empoderado.

Por Isabella Otto 18 set 2017, 12h08

Na noite do último domingo, 17, aconteceu a 69ª edição do Emmy Awards em Los Angeles, nos Estados Unidos. Dentre os ganhadores, tivemos muitas atrizes maravilhosas e, acima de tudo, mulheres empoderadas, como Nicole Kidman. A vencedora da categoria Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme levou o troféu por Celeste Wright, sua personagem na série Big Little Lies, que é vítima de violência doméstica. A atriz australiana aproveitou o momento do discurso para abrir os olhos de todos os presentes e das pessoas que estavam acompanhando a premiação de suas casas sobre essa “doença”, como ela mesma disse.

“Às vezes, como atriz, você tem a chance de mandar uma grande mensagem, e a nossa foi colocar em evidência o abuso doméstico. É uma doença complicada e traiçoeira. Ela existe mais do que nos permitimos saber. É cheia de vergonha e segredo, e vocês me darem esse prêmio coloca ainda mais em evidência essa doença. Então, muito, muito obrigada!”, falou a atriz durante discurso.

Esse foi o primeiro Emmy da australiana, que seguiu os passos de suas colegas de profissão, como Viola Davis e Patricia Arquette, e aproveitou o momento de grande destaque para atrair os holofotes para uma causa ainda pouco discutida e defendida. Mais do que merecido, Nicole! 

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade