Mulheres começam sétima temporada de Game of Thrones tombando

Diga que o Norte se lembra!

Por Isabella Otto - 17 jul 2017, 16h20

Não é de hoje que as personagens femininas de Game of Thrones desempenham papéis importantes na trama. Algumas já sofreram bastante e outras até foram julgadas erroneamente pelo comportamento nada girl power, como aconteceu com Sansa Stark nas primeiras temporadas. Contudo, as reviravoltas foram muitas e hoje a história reforça a máxima de que ninguém nasce sabendo – mas que todas nós podemos aprender, entender e mudar de opinião.

Arya Stark: um exemplo de determinação, força, coragem e inteligência. Reprodução/Reprodução

No primeiro episódio da sétima e última temporada de GoT, as meninas assumiram o controle e se destacaram mais que qualquer outro personagem – inclusive, mais que o próprio Jon Snow, um dos queridinhos do público. Muitos imaginavam que o episódio “Dragonstone” seria dominado por Daenerys Targaryen. Ela esteve lá, mas nem de longe foi o foco principal. Aliás, as meninas mais novas mostraram que têm muitíssimo a dizer e fazer!

1. Lyanna Mormont, a pequena Senhora da Ilha dos Ursos, transformou outros personagens em meme por ser muito mais #badass que qualquer Montanha ou dragão. Sorry, not sorry!

 

2. No primeiro episódio da sétima temporada, a jovem também mostrou que não quer nem vai ser liderada por homens enquanto pode estar no comando. 

 

3. “Lyanna defendendo a participação das garotas na Armada do Norte mostra a revolucionária representação das mulheres fortes na mídia atual”, afirmou uma fã de GoT, provando que estamos sendo ouvidas e fazendo nosso papel. 

 

4. Arya Stark é uma das personagens mais fortes da trama, que desde o início, quando era apenas uma criança, já mostrava traços de liderança. Determinada, ela está chegando aos seus objetivos por si só. 

 

5. Em “Dragonstone”, Arya vingou parte de sua família que foi morta durante o Casamento Vermelho. Mas o que chama mais a atenção é a fala da garota, denunciando o machismo e expondo que ele, apesar de ser muitas vezes romantizado, não passa de um ato de covardia.

 

6. “Liberdade significa fazer nossas próprias escolhas”, ensinou a eterna Khaleesi. Falou pouco, mas falou bonito!

 

7. E, é claro, chegamos a ela: Sansa Stark. Uma personagem que ganhou a admiração do público e que hoje é uma mulher durona e esperta, calejada e corajosa. Tanto é que, no primeiro episódio de #GoT7, ela enfrenta Jon Snow, deixa claro que não concorda com tudo o que ele diz e expõe o seu ponto de vista sem medo. Enganada e manipulada? Nunca mais!

 

Continua após a publicidade
Publicidade