Mulher gasta mais de R$ 10 mil para tatuar rostos de serial killers

A australiana de 28 anos decidiu homenagear, segundo ela, as mentes intrigantes de Ted Bundy e Jeffrey Dahmer; confira

Por Isabella Otto 17 dez 2021, 11h19

A australiana Britnee Chamberlain, de 28 anos, decidiu gastar o equivalente a R$ 11,5 mil para tatuar o rosto de dois famosos serial killers em sua perna direita: Ted Bundy e Jeffrey Dahmer.

Foto de uma mulher loira, sentada em uma cadeira de praia, usando um biquíni preto e exibindo suas tatuagens em homenagens a serial killers na perna direita
Britnee Chamberlain e suas polêmicas tatuagens Arquivo Pessoal/Reprodução

O tempo passou e Brit, que estuda psicologia forense, garante não ter se arrependido. Ela explicou em entrevista ao Daily Star que não endeusa os assassinos nem compactua com seus crimes, mas que é fissurada por essas mentes criminosas. “Exibir isso no meu corpo é apenas para o meu significado pessoal, como é para alguém que tem um animal de estimação, as iniciais de um ente querido ou talvez uma piada boba tatuada”, explicou.

A mulher garante que, apesar de receber muitos olhares espantados, não se importa com eles, pois vive uma “vida de autenticidade”.

Continua após a publicidade

 

Nos anos 70, Ted Bundy matou mais de 30 pessoas, em sua maioria mulheres. Já Jeffrey Dahmer foi condenado pela morte de 17 pessoas, todas do sexo masculino.

Veja um close das tattoos de Britnee:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Damien Wickham (@damienwickhamtattoo)

Continua após a publicidade

Publicidade