Miss America retira o tradicional desfile de biquíni da competição

'Nós não vamos mais julgar nossas candidatas pela aparência física delas'... Mas será mesmo?

Por Amanda Oliveira Atualizado em 5 jun 2018, 17h15 - Publicado em 5 jun 2018, 17h14

Nesta terça-feira, 5, a organização do Miss America deu um grande passo em direção ao futuro. O concurso de beleza, que já existe há 96 anos, irá retirar a categoria “Desfile com Traje de Banho”. A mudança é extremamente impactante para os Estados Unidos, principalmente porque foi através da competição de biquíni que o Miss America começou.

Donald Kravitz/Getty Images

A decisão partiu da nova diretora da organização, Gretchen Carlson, que já estava planejando “modernizar” o Miss America. “Não somos mais um concurso, somos uma competição. Nós não vamos mais julgar nossas candidatas pela aparência física delas“, ela disse no programa Good Morning America. Por isso, o desfile de biquíni estará oficialmente retirado da próxima edição do evento.

Além disso, Gretchen afirmou que os jurados também não irão mais julgar as mulheres de acordo com a roupa que elas decidirem usar na competição. “Tanto faz o que elas escolherem usar ou fazer. O que sair da boca delas será o que estaremos interessados“, declarou. Os jurados não prestarão mais atenção na beleza das mulheres, mas nos objetivos, conquistas e esperanças das candidatas. Será?

  • O objetivo de Gretchen é fazer com que todas as mulheres se sintam bem-vindas e confortáveis para participar da competição, celebrando e empoderando as mulheres.Nós estamos interessados em o que te faz ser você“, garantiu. Segundo ela, as mulheres também irão receber bolsas de estudos no final do evento.

    A próxima edição do Miss America acontece em setembro e já estamos com grandes expectativas em relação ao que vamos assistir. A iniciativa de mudar as tradições de uma cerimônia tão antiga para empoderar mulheres deve ser celebrada – e servir de exemplo para as competições dos outros países. Contudo, será que dá para dizer que a competição deixou de ser “de beleza”? Não, né? A decisão do Miss America talvez seja um passo ou um caminho, mas não o destino final.

    Continua após a publicidade
    Publicidade