Mark Zuckerberg esclarece boatos de espionagem por microfone do celular

Sabe quando você fala de algum produto pra alguém e, em seguida, ele aparece em um anúncio do Facebook? Então...

Por Amanda Oliveira Atualizado em 12 abr 2018, 14h17 - Publicado em 12 abr 2018, 13h07

Você já conversou com alguém sobre algum produto específico e, mais tarde, esse mesmo produto apareceu em um anúncio no Facebook? Pode parecer loucura, mas diversas pessoas relatam que este tipo de situação costuma acontecer frequentemente com elas, quase como se a rede social estivesse “espionando” os usuários.

GIPHY/Reprodução

Quando você busca alguma coisa para comprar na internet utilizando os recursos de pesquisa, é natural que anúncios do mesmo produto ou de similares apareçam nas páginas que você acessar depois por uma simples técnica de publicidade. Mas, cá entre nós, como isso pode acontecer quando você só conversa com alguém sobre o produto e não chega a pesquisar nada?

  • Na última terça-feira (10), Mark Zuckerberg, CEO e presidente do Facebook, prestou depoimento no Congresso americano sobre o compartilhamento indevido de dados com a empresa Cambridge Analytica e garantiu que a espionagem através dos microfones dos smartphones não acontece. “Apenas registramos áudio quando as pessoas querem postar um vídeo no Facebook e, então, usamos esses dados para melhorar nosso serviço, com o objetivo de que o seu vídeo tenha áudio”, disse.

    De acordo com a EXAME, esse tipo de atividade acontece porque a plataforma “cruza dados de usuários que a empresa considera que sejam parecidos”. Por isso, algumas publicidades e publicações patrocinadas que possam te agradar aparecem nas páginas.

    Você já passou por essa situação? Conta pra gente!

    Continua após a publicidade
    Publicidade