Maíra Medeiros e Kaerre Neto contam como equilibrar a vida on e offline

Os influencers e criadores de conteúdo participaram de um talk inspirado em Modo Avião no TUDUM Festival Netflix

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 26 jan 2020, 13h30 - Publicado em 26 jan 2020, 13h26

Aconteceu neste sábado (25), no Pavilhão da Bienal, em São Paulo, o primeiro dia do TUDUM Festival Netflix. Além de revelações de Larissa Manoela e do elenco de Sintonia, o evento contou também com alguns talks sobre assuntos que fazem parte do nosso cotidiano e estão ligados a temáticas de algumas produções do serviço de streaming.

O primeiro talk do TUDUM Festival Netflix contou com Lucas Liedke, Kaerre Neto e Maíra Medeiros Divulgação/Netflix

O primeiro deles foi o “Respira Fundo: Como As Redes Sociais Podem Afetar Nossa Vida Real”, que foi comandado pelo psicanalista Lucas Liedke e contou com a presença de Kaerre Neto, fundador do grupo LDRV no Facebook, e Maíra Medeiros. Na conversa, cada um falou sobre como as redes sociais e a internet impactam suas vidas – e como fazem para lidar com ela.

Kaerre, por exemplo, aprendeu que desativar notificações foi algo bom para ele. “Eu sou ansioso. Quando chega uma notificação, fico com aquele sentimento de urgência, de que tenho que ver ali na hora mesmo, então resolvi fazer um teste e desativei. Deu certo”, contou. Já para Maíra essa atitude não funciona. “Eu fico refém, toda hora acho que perdi alguma coisa. Mas o importante é cada um saber o que funciona para si”, afirmou ela.

tudum-festival-netflix
Lucas Liedke, Kaerre Neto e Maíra Medeiros falaram sobre o equilíbrio entre a vida on e offline Divulgação/CAPRICHO

Quando estamos on, outra dica deles para manter a saúde mental em dia é seguir apenas aquilo que te faz bem. “Antes eu seguia um monte de gente só porque elas eram famosas, mesmo que a gente não tivesse nada em comum. Hoje, aprendi a seguir apenas quem me faz bem, que tem mensagens positivas e que combinam com o que me agrada”, disse Maíra. “Busque conteúdos que propõem uma troca e agreguem algo para você”, completou Kaerre.

Continua após a publicidade

Outro assunto abordado na conversa foi a militância nas redes sociais. Vale ou não vale? “Foi na internet que tive meu primeiro contato com o feminismo, e eu acho isso f*da”, começou Maira. “A internet conecta pessoas e fura bolhas. O que você diz nas redes sociais pode, sim, ajudar em alguma manifestação ou causar impacto no mundo em que a gente vive”, completou ela.

maira-medeiros-tudum-netflix
Maíra Medeiros no TUDUM Festival Divulgação/Netflix

Kaerre concorda. “É importante lembrar que internet também é vida real. Por mais que a gente esteja por trás das telas, lá a gente lida com pessoas reais, que têm sentimentos. Quando a gente milita nas redes sociais, está passando a mensagem da mesma forma que se estivesse cara a cara com alguém. O que não é legal é não aplicar aquilo pelo que você milita no seu dia a dia”, afirmou ele.

Certíssimos, né? Qual é o impacto das redes sociais sua vida?

Publicidade