Chloe Kim: Jornalista é demitido após assediar campeã olímpica de 17 anos | Capricho

Jornalista é demitido após assediar campeã olímpica de 17 anos

Radialista usou expressões como 'gostosa demais' e 'pílula para ereção' ao falar sobre a snowboarder Chloe Kim.

Por Isabella Otto Atualizado em 15 fev 2018, 18h20 - Publicado em 15 fev 2018, 17h16

A americana Chloe Kim precisou esperar até os 17 anos para realizar o sonho de competir nas Olimpíadas de Inverno. Mas a espera foi recompensada com uma medalha de ouro e o reconhecimento mundial!

Reprodução/Reprodução

Ao falar sobre Chloe, destaque nas Olimpíadas de Pyeongchang, na Coréia do Sul, o jornalista Patrick Connor usou expressões machistas, hipersexualizadas e sem nenhum bom senso para se referir à atleta durante transmissão ao vivo na rádio Barstool. “É gostosa demais! Se ela tivesse 18 anos, você não ficaria envergonhado de dizer que ela tem uma bunda gostosa. Ela tem e é adorável. Eu sou um grande fã da Chloe Kim”, declarou o cara, como se o fato de ele ser um “grande fã” suavizasse de alguma forma o comentário.

Ele ainda deu a atender que a jovem é uma “pílula para ereção” para os homens. Connor, que coordenava a rádio americana KNBR, foi demitido do cargo – mesmo que as declarações tenham sido feitas em outra emissora. O jornalista ainda disse que já estava fazendo contagem regressiva para o aniversário de 18 anos da snowboarder.

Depois da repercussão negativa das declarações do comentarista esportivo, Connor se manifestou nas redes: “quero pedir desculpas a Chloe Kim e ao pai dela. Eles não merecem meus comentários estúpidos, tolos e imaturos. Na tentativa de fazer as pessoas rirem, eu falhei“, declarou. E como falhou!

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Having the best time at practice! Thankful for the perfect conditions out here!

A post shared by Chloe Kim (@chloekim) on

Patrick faz parte do grupo, infelizmente, ainda muito grande, de caras que trabalham com esporte e não respeitam as atletas. Eles acham que falar sobre os corpos das esportistas é mais importante e relevante que as enaltecer pelo trabalho e talento.

U go, Chloe!

 

Continua após a publicidade
Publicidade