Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país

#Loveislove... Até alguém da sua família ou do seu círculo de amizade se assumir homossexual.

Por Isabella Otto Atualizado em 17 Maio 2017, 20h10 - Publicado em 17 Maio 2017, 18h16

O tweet abaixo é triste, preconceituoso e alienado, mas expõe a opinião de muita gente por aí, que insiste em dizer que homofobia não existe e que é algo criado pelos gays. Se realmente isso fosse verdade, será que o Brasil seria o país que mais mata homossexuais no mundo? A cada 25 horas, um gay é vítima de homofobia (rejeição ou aversão à pessoa homossexual e à homossexualidade) no país, de acordo com um levantamento realizado em 2016 pelo Grupo Gay da Bahia.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

Para Genilson Coutinho, militante LGBT e membro honorário do GGB, o maior problema está em não haver uma lei que criminalize a homofobia. “A impunidade fortalece a violência diária. O criminoso mata hoje e com um habeas corpus é liberado. Isso institui a banalização“, afirma o ativista em entrevista à Agência Brasil.

E como ~homofobia não existe~, listamos uma série de matérias publicadas (apenas) nos últimos meses, em diversos veículos de comunicação online, para você repensar esse “termo criado para o politicamente correto”.

1. Homofobia não existe, mas homossexual é assassinado em uma pacata manhã de domingo.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

2. Homofobia não existe, mas pessoas morrem por serem quem são. 

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

3. Homofobia não existe, mas gays são vítimas de tortura.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

4. Homofobia não existe, mas casais têm medo de demonstrarem seu amor. 

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

5. Homofobia não existe, mas estudantes gays são ameaçados diariamente em universidades.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

6. Homofobia não existe, mas homossexuais são espancados e enforcados.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

7. Homofobia não existe, mas todo dia um homossexual morre no Brasil.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

8. Homofobia não existe, mas a sexualidade da pessoa pode condená-la à morte.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

9. Homofobia não existe, mas racismo também não, né?

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país

Continua após a publicidade

10. Homofobia não existe, mas “não tenho nada contra gays. Inclusive, tenho vários amigos que são”. 

11. Homofobia não existe, mas homossexuais encontram mais dificuldades que héteros no mercado de trabalho.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país

12. Homofobia não existe, mas homossexuais são expulsos de casa e mortos pelos próprios familiares.

Homofobia não existe, mas a cada 25 horas um gay é morto no país
Reprodução/Reprodução

Homofobia NÃO existe???

 

+ Leia mais: Bianka conta como foi se assumir lésbica aos 13 anos

Continua após a publicidade
Publicidade