Garota é humilhada por comissária após entrar no avião usando top e short

Sierra Steadman postou um vídeo chorando e dizendo que não bastou a funcionária pedir para ela fechar a jaqueta que estava vestindo, foi preciso humilhá-la

Por Isabella Otto Atualizado em 4 ago 2021, 16h00 - Publicado em 4 ago 2021, 15h59
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

Uma jovem norte-americana chamada Sierra Steadman, moradora do Texas, usou o TikTok para relatar uma situação constrangedora pela qual passou envolvendo a Alaska Airlines. De acordo com a garota, ela foi desrespeitada durante um voo pela comissária de bordo por causa da roupa que estava usando. O vídeo já conta com mais de 8 milhões de visualizações.

Prints do TikTok de uma garota usando um capuz cinza e uma máscara de proteção preta, chorando sentada no assento do avião. Ao lado, foto da roupa que ela vestida: um short branco, um top preto e uma jaqueta cinza
Sierra e seu look polêmico TikTok/@@sierrasteadman/Reprodução

Sierra vestia um short branco, um top cropped preto e uma jaqueta de moletom cinza quando foi parada pela comissária, assim que entrou na aeronave. De acordo com ela, os trajes não eram adequados para a situação. A comissário então pediu para que ela fechasse o zíper da jaqueta. “Nunca me senti mais humilhada, envergonhada, degradada, irritada e triste”, escreveu a jovem nas redes sociais.

@sierrasteadmanive never felt more degraded, ashamed, embarrassed, angry or sad. F ALASKA AIRLINES!!!!!!! ##fyp♬ yeastie girlz x tv girl – 🧝🏾‍♀️🌱

Muitas pessoas começaram a responder a publicação dizendo que as companhias aéreas têm códigos de vestimenta e, assim que você compra a passagem, concorda automaticamente com eles. A garota gravou um vídeo em resposta a tais comentários para explicar que o maior problema foi a agressividade da funcionária. “Quando ela me parou a caminho do meu assunto e pediu para eu fechar a blusa, eu concordei de imediato. Esse deveria ter sido o fim da história. Mas ela decidiu me seguir até o meu assento, empurrar o meu ombro e gritar comigo na frente de todo mundo. Eu não acho que tinha algo de errado com minha roupa, mas, se ela queria que eu fechasse meu zíper, eu fecharia. O que ela fez depois disso não está certo”, pontuou.

@sierrasteadmanReply to @rockymtn.brunette stop making excuses for her behavior because there is no excuse.♬ original sound – sierra

A mãe de Sierra entrou em contato com a Alaska Airlines, que emitiu um comunicado se desculpando pelo ocorrido e garantindo que ela e a filha deveriam ter sido tratadas com máximo respeito, e que farão de tudo para que o erro não se repita no futuro.

+: Os códigos de vestimenta sempre foram segregadores e machistas

Continua após a publicidade
Publicidade