Erro no Sisu é apontado; MPF pede suspensão dele, do Fies e do Prouni

Candidatos estariam sendo aprovados em ambas opções de curso escolhidas. Erro acontece na mesma semana em que problemas no Enem foram relatados.

Por Da Redação Atualizado em 24 jan 2020, 19h01 - Publicado em 24 jan 2020, 18h57

Na tarde desta sexta-feira, 24, alguns candidatos do Sisu usaram o Twitter para relatar um possível erro com relação ao Sistema de Seleção Unificada. De acordo com esses internautas, as notas estavam “bugadas” e alunos estavam sendo aceitos nas duas opções de cursos selecionadas, aumentando, assim, as notas de corte. O correto seria que o sistema aprovasse a pessoa apenas em um dos cursos.

iStock/Reprodução

O problema foi relatado no mesmo dia em que o Ministério Público Federal entrou com uma ação na Justiça Federal, em Minas Gerais, pedindo que as inscrições do Sisu, Fies e Prouni fossem interrompidas. A suspensão duraria até que todos candidatos lesados com o erro no Enem 2019 tivessem a nota do exame corrigida.

  •  

    Na última segunda-feira, 20, o ministro da Edução, Abraham Weintraub, admitiu que rolaram erros na correção dos dois dias de prova do Exame Nacional do Ensino Médio. A confusão afetou entre 5 mil e 6 mil candidatos, e quatro cidades mineiras foram afetadas pela falha mecânica da máquina que confere o gabarito da folha de resposta de ambos os dias de prova. Por causa disso, o prazo de inscrição do Sisu foi prorrogado, mas agora, com os possíveis erros apontados também no sistema de seleção, o MEC tem mais um enorme desafio pela frente.

    Veja os relatos envolvendo o possível #errodosisu:

    Até o momento em que esta matéria foi publicada, Abraham Weintraub ainda não tinha se pronunciado oficialmente sobre o caso. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade