Em encontro com Emma Watson, Malala diz: “Não há nada de errado em se considerar feminista”

"Malala e eu estamos fortes nessa luta, mas precisamos de você!", escreveu a atriz

Por Da Redação Atualizado em 24 ago 2016, 15h28 - Publicado em 5 nov 2015, 19h10

Emma Watson já é marca registrada do feminismo, principalmente depois que a atriz fez um discurso na ONU pela igualdade de gênero . Ontem a noite, ela se encontrou com a ganhadora do prêmio Nobel, Malala Yousafzai, em uma premiere de lançamento do documentário “ He Named me Malala” .

Com um público de cerça de 10 mil crianças e professores, as duas conversaram sobre feminismo e educação (perguntas enviadas pela própria plateia). Na entrevista, Malala confessou que o discurso de Emma na ONU a motivou para se assumir feminista e a fez perceber que essa não deveria ser uma palavra que despertasse medo, mas sim símbolo de um movimento acolhedor e inclusivo. “Feminismo é uma outra palavra para igualdade”, disse Malala.

“Quando eu ouvi essa pela primeira vez, escutei algumas reações positivas e outras negativas. Eu hesitei em dizer: sou feminista ou não?”, disse Malala. Ela também contou que seu pai é um exemplo de homem pois se considera, com orgulho, feminista.

Após a entrevista, Emma Watson postou o vídeo em sua página do Facebook e escreveu um texto encorajando as garotas a lutarem pelos seus direitos. “Não vamos tornar assustador vocês dizerem que são feministas. Eu quero fazer isso da forma mais cordial e inclusiva possível. Vamos dar as nossas mãos e caminhar para produzir alguma mudança rea!”

Estamos emocionadas! E você? O que achou desse encontro?

Continua após a publicidade
Publicidade