Dias contados: Justiça determina remoção do Secret das lojas de aplicativos

O app que possibilita que qualquer pessoa revele qualquer segredo vai sair do ar.

Por Isabella Otto - Atualizado em 17 ago 2016, 14h28 - Publicado em 20 ago 2014, 17h20

Nesse último dia 15, o Ministério Público protocolou uma ação cívil pedindo a remoção do aplicativo Secret, que vem dando o que falar, do mercado. E parece que o pedido surtiu efeito!

A Justiça do Espírito Santo determinou, nessa terça, 19, que o Secret seja removido do Google Play e da Apple Store o quanto antes. O mesmo vale para o aplicativo Cryptic, disponível na loja da Microsoft, bastante parecido com o app “dos segredos”. Além da suspensão, a Justiça também exigiu que todos os aplicativos já baixados sejam removidos automaticamente dos celulares. A multa para cada dia de descumprimento da norma é de R$ 20 mil.

A Apple e a Microsoft ainda não se pronunciaram sobre o assunto, e o Google disse que ainda não foi notificado sobre o decreto da Justiça. “Qualquer pessoa pode denunciar um aplicativo se julgar que o mesmo viola os termos de uso e políticas da Google Play ou a lei brasileira. O Google analisará a denúncia e poderá remover o aplicativo, se detectar alguma violação”, informou.

O Secret proporciona que o usuário revele segredos sem que ninguém descubra a sua identidade. De acordo com a Justiça, isso infringe alguns princípios da Contituição, como o do não direito à liberdade de expressão sob o anonimato.

Continua após a publicidade

E vocês, concordam com a decisão da Justiça?

Publicidade