Como identificar se você é ansiosa pelo seu Mapa Astral

Veja se você se identifica!

Por Vanessa Tuleski, do PERSONARE Atualizado em 9 abr 2021, 18h57 - Publicado em 31 mar 2021, 14h39

Ansiedade está em alta por aí? Com a pandemia e todo esse caos que ronda nossas vidas, difícil conhecer alguém que não está passando por momentos assim, né? Na Astrologia, algumas características podem indicar perfis de pessoas mais ansiosas – como Sol, Ascendente e Lua em determinado signo, por exemplo – que podem significar tendência a um tipo de ansiedade.

Para saber se é o seu caso, corre aqui e faz o seu Mapa Astral gratuito e depois veja alguns dos perfis astrológicos que a astróloga Vanessa Tuleski identificou.

Caso você perceba que tem o tipo de ansiedade descrito, mas não identifique o perfil astrológico no seu Mapa, confie na sua percepção, pois aqui temos indicações gerais. O mais importante é se cuidar e se prevenir! Afinal, a ansiedade pode causar muitos distúrbios, como nervosismo, medo e insônia, e acabar interferindo bastante na sua vida. Converse com pessoas de confiança e se lembre de que você não está sozinha.

Como identificar se você é ansiosa pelo seu Mapa Astral
Adobest/ iStock/Getty Images

Pressa, agitação e irritabilidade

Pessoas que estão sempre aceleradas, correndo e tendem a ser impacientes. A vida costuma ser corrida, mas estas pessoas tornam a pressa um hábito.

Perfil astrológico tendente a isso: pessoas com Sol, Ascendente ou Lua em Áries, bem como Marte ou Urano na Casa 1. Muitos planetas no elemento Fogo (Áries, Leão e Sagitário) ou Ar (Gêmeos, Libra e Aquário) também podem gerar este tipo de sentimento.

Sugestão para melhora: praticar atividade física, organizar melhor a agenda, pensando bem em cada tarefa, sair com mais antecedência para compromissos para não fica sempre correndo e evitar fatores disparadores de irritabilidade (como a proximidade excessiva com alguém com quem tenha sempre discussões e estresse).

Cumprimento de metas e de desempenho

São as pessoas pressionadas profissionalmente, muitas vezes até na vida pessoal, e que estão sempre ansiosas se darão conta do recado.

Perfil astrológico tendente a isso: Ascendente, Sol ou Lua em Capricórnio ou Virgem, Saturno na Casa 10. Muito elemento Terra no mapa (Touro, Virgem ou Capricórnio) pode também gerar este tipo de sensação. Muitos planetas na Casa 10.

Sugestão para melhora: organização, determinando o que vai fazer na semana, respeitar limites de sono e de horário e percepção de quando deve delegar tarefas.

Medos vagos

É uma ansiedade causada por medos e apreensões indefinidos, e eventualmente fantasias negativas quanto ao futuro, mas que geram muita angústia.

Continua após a publicidade

Perfil astrológico tendente a isso: Ascendente, Sol e Lua em signos do elemento Água (Câncer, Escorpião e Peixes), Netuno na Casa 1, Sol ou Lua em conjunção, quadratura ou oposição com Netuno.

Sugestão para melhora: terapias convencionais e alternativas, meditação, autoconhecimento (como pela astrologia e numerologia ) e uso de florais.

Excesso de estímulo

Muito comum em tempos de aplicativos de comunicação e redes sociais.  A sensação de “tudo acontecendo ao mesmo tempo e agora” gera ansiedade e traz dificuldade de organização.

Perfil astrológico tendente a isso: Ascendente, Sol, Mercúrio e Lua em Gêmeos, Libra e Aquário.

Sugestão para melhora: ter momentos para se desligar de redes sociais e estímulos. Se disciplinar a começar e terminar atividades.

Culpa

É um grande causador de ansiedade. A culpa costuma caminhar lado a lado com o perfeccionismo.

Perfil astrológico tendente a isso: Ascendente, Sol e Lua em Capricórnio, Saturno na Casa 1, Saturno na Casa 10, conjunção, oposição e quadratura de Sol ou de Lua com Saturno.

Sugestão para melhora: trabalhar o conceito de que pode errar e ser falível. Aprender a ser mais compreensivo consigo mesmo.

  • Indecisão

    É um fator de ansiedade, uma vez que empaca a vida e cria pressão interna.

    Perfil astrológico tendente a isso: Ascendente, Sol e Lua em Gêmeos e Libra. Netuno na Casa 1.

    Sugestão para melhora: entender o quanto o processo de indecisão atrapalha a vida. Buscar terapias e recursos que ajudem a sair de longas fases de indecisão.

    Continua após a publicidade
    Publicidade