Comitê cogita adiar Olimpíadas de Tóquio por causa do coronavírus

Pode ser que as Olimpíadas e as Paralimpíadas não aconteçam mais entre julho e setembro...

Por Isabella Otto - Atualizado em 3 mar 2020, 13h49 - Publicado em 3 mar 2020, 12h57

Há uma tentativa de que as Olimpíadas de Tóquio, marcadas para acontecer entre 24 julho e 9 de agosto, sejam adiadas por causa do surto de coronavírus no mundo, em especial na Ásia. A ideia foi disseminada por Seiko Hashimoto, ex-patinadora olímpica e ministra do Japão.

Seiko Hashimoto durante audiência. Getty Images/Getty Images

De acordo com Seiko, o Comitê Olímpico Internacional permite essa mudança, contanto que os jogos continuem acontecendo neste ano. “O COI tem o direito de cancelar os jogos somente se eles não ocorrerem dentro de 2020. Isso pode ser interpretado como a possibilidade de eles serem adiados”, disse nesta terça-feira, 3, em audiência no parlamento japonês.

 

Apesar de a ministra ser a porta-voz, a ideia surgiu de Dick Pound, vice-presidente do Comitê. Por enquanto, tudo ainda não passa de uma suposição, já que muita coisa estaria em jogo com a confirmação do adiamento. Se os casos de contaminação pelo Covid-19 continuarem aumentando, a estimativa é que as Olimpíadas, assim como as Paralimpíadas, só aconteçam no final do ano. O cancelamento, por ora, não é uma opção.

Hashimoto, contudo, garante que estão “fazendo o máximo de esforços para que não tenhamos de encarar essa situação [o adiamento]“.

Continua após a publicidade
Publicidade