Blog da Galera: a representatividade de música de Jasmine no filme Aladdin

Júlia Uchôa, da Galera CH, reflete sobre a representatividade da música tema da princesa no live-action de Aladdin <3

Por Da Redação - Atualizado em 10 jun 2019, 17h47 - Publicado em 10 jun 2019, 17h43

Oi, gente! Tudo bom? Aqui é a Julia Uchôa e estou aqui para falar que Speechless (ou Ninguém Me Cala, em português), música tema da Princesa Jasmine no live action de Aladdin, me deu tanto orgulho! Deu em vocês também? O filme, que estreou no dia 23 de maio, já trouxe um assunto superlegal para o enredo da produção de 2019: representatividade feminina de uma Princesa da Disney. Muitas das princesas nos traziam a ideia de submissão antigamente, de aceitação diante da figura masculina, trazendo a mulher como frágil e dependente de um homem para resgatá-la.

Reprodução/Divulgação

Além de aventureira e mulher de opinião formada, a Princesa Jasmine do live action nos mostra uma princesa que luta por seus ideais, como querer se tornar a sultana de Agrabah (coisa que nunca antes tinha sido feita, pois apenas homens poderiam ocupar a posição). Ela também entendeu que tinha, sim, capacidade de governar sozinha e que não aceitaria se casar com qualquer pessoa só por acordos políticos.

A música Ninguém Me Cala, cantada pela princesa, foi construída de forma muito inteligente e, mesmo que a canção tenha sido feita para aquela personagem em uma realidade totalmente diferente da nossa, consegue ser muito atual e servir para vários momentos de nossas vidas. Eu me emocionei e me senti representada por uma Jasmine empoderada. Se liguem nessa letra incrível, que pode ser contextualizada em tantas histórias de tantas mulheres. Ela se assemelha a história de muitas meninas que têm suas vozes caladas pelos preconceitos enraizados na nossa sociedade.

Chegou a hora do mundo mudar
Essa história é antiga
Uma princesa não deve falar
Não há o que eu não consiga
Não dá
Eu tenho que ser firme
E podem tentar
Eu não vou me silenciar
Ninguém me cala
Não fico mais quieta
E nada mais me afeta
Decidi, ninguém mais me cala (cala)
É a hora
Nada mais me abala
Ninguém me tira a fala
Eu cansei, ninguém mais me cala
Não adianta me prender
Eu não irei me entregar

Continua após a publicidade

Tenho muito pra viver
Eu vim ao mundo pra voar
O meu corpo grita
Nada me cala

Nem venha tentar
Que não me intimida
Eu cansei, ninguém mais me cala (cala)
E tem mais
Ainda que alguém me oprima
Mais ninguém me subestima
Eu cansei, ninguém mais me cala
Decidi que ninguém me cala (cala)

Além da versão em inglês, cantada por Naomi Scott, a música também ganhou uma versão em português e em espanhol (Callar), ambas cantadas pela atriz Isabela Souza, nova estrela do Disney Channel com a série adolescente Bia, que tem estreia marcada para esse ano.

Espero que tenham gostado da matéria e vamos todas juntas para o cinema viver essa história linda que é Aladdin. E como diria Jasmine: ninguém nos cala!

Beijos,
@juliauchoabraga

Continua após a publicidade
Publicidade